Oposição corta diálogo com o líder do governo Wagner “por faltar com a verdade com a bancada”

Carlos Gaban: “Não conversaremos mais com o líder do governo, por que nesta Casa tem que prevalecer a verdade. O embate político nós vamos fazer sempre que necessário, mas o cumprimento de uma palavra não pode ser desrespeitado”
Carlos Gaban: “Não conversaremos mais com o líder do governo, por que nesta Casa tem que prevalecer a verdade. O embate político nós vamos fazer sempre que necessário, mas o cumprimento de uma palavra não pode ser desrespeitado”
Carlos Gaban: “Não conversaremos mais com o líder do governo, por que nesta Casa tem que prevalecer a verdade. O embate político nós vamos fazer sempre que necessário, mas o cumprimento de uma palavra não pode ser desrespeitado”
Carlos Gaban: “Não conversaremos mais com o líder do governo, por que nesta Casa tem que prevalecer a verdade. O embate político nós vamos fazer sempre que necessário, mas o cumprimento de uma palavra não pode ser desrespeitado”

O líder do Democratas na Assembleia, deputado Carlos Gaban (DEM), fez duras críticas a postura do líder do governo na Casa, deputado Zé Neto (PT), durante a sessão desta terça-feira (29/10/2013), por conta de o petista ter omitido que o Projeto de Lei n°20.490, aprovado no dia 22 de outubro, aumentou a alíquota de ICMS para cervejas, chopes e aguardentes, de 17% para 27%.

“Não conversaremos mais com o líder do governo, por que nesta Casa tem que prevalecer a verdade. O embate político nós vamos fazer sempre que necessário, mas o cumprimento de uma palavra não pode ser desrespeitado”, declarou Gaban.

O projeto já havia recebido críticas da oposição pelo fato de ter sido enviado pelo poder executivo para votação em regime de urgência, algo que tem se tornado prática neste governo. Sem tempo para debater o projeto, a oposição votou contra, mas se comprometeu a não obstruir a votação por acreditar que se tratava, apenas, de adequações da lei.

“Eu fui até o deputado Zé Neto e perguntei do que se tratava o projeto. Ele disse que era apenas uma adequação às novas leis do país. Recomendei à minha bancada a não obstruir a votação, acreditando na palavra do líder do governo”, disse Gaban.

O democrata condenou o aumento da alíquota, que vai prejudicar o lazer das camadas mais pobres da população, sobretudo, durante o verão que se aproxima, além de incentivar a sonegação. Para Gaban, melhorar a gestão tributária e a fiscalização seria a medida mais correta.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110932 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]