Metrô nos trilhos | Por Rui Costa

Rui Costa é Chefe da Casa Civil do Governo da Bahia e deputado federal licenciado pelo PT. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Rui Costa é Chefe da Casa Civil do Governo da Bahia e deputado federal licenciado pelo PT. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Rui Costa é Chefe da Casa Civil do Governo da Bahia e deputado federal licenciado pelo PT. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Rui Costa é Chefe da Casa Civil do Governo da Bahia e deputado federal licenciado pelo PT. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

O Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas entrará nos trilhos. Assinaremos o contrato de concessão, através de Parceria Público-Privada, nos próximos dias. A Companhia de Participações em Concessões (CPC), subsidiária da Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) – que opera a Linha Amarela em São Paulo – concluirá as obras e operará o sistema por 30 anos. A proposta do grupo, entregue em leilão na sede da BM&F Bovespa, apresentou deságio de 5,05% ao subsídio anual do Estado, que será de R$ 127,6 milhões. Como a própria CCR definiu: “a obra marcará a chegada da empresa no Nordeste”; a população de Salvador e este Governo não esperam menos.

O metrô “calça curta” virou passado. O trecho de 6,6 km já construído e estagnado ao longo de anos, finalmente será retomado. Agora, o metrô atingirá 41,2 km de extensão, em até 42 meses de obras. Este é o compromisso do Governo da Bahia, que vai implantar um meio necessário e eficiente de transporte urbano na capital, interligando-a ao município de Lauro de Freitas.

Após 13 anos de espera e falsas promessas, teremos o metrô funcionando a partir de 2014. Esta será mais uma marca de Jaques Wagner: o governador que mais investiu em obras de mobilidade em Salvador. Dentre as grandes intervenções, listo a Via Expressa – uma das maiores obras viárias urbanas do país – e os Corredores Transversais. Antes das obras que o governo baiano realiza, qual foi a última grande obra de mobilidade nessa cidade? Alguém se lembra?

Os Corredores Transversais foram pensados como um conjunto de intervenções de mobilidade urbana, a fim de racionalizar a circulação em Salvador e alimentar as estações de metrô, facilitando o acesso de usuários, além de ligar o chamado “miolo” da cidade à orla atlântica e à orla suburbana. A construção deles já foi iniciada, com a duplicação da Avenida Pinto de Aguiar. As demais avenidas que compõem esses corredores terão início ainda em 2013.

Como filho de Salvador, me somo a todos os que terão de volta a certeza de que obras grandiosas como esta podem se tornar realidade. Toda grande metrópole precisa de transporte de massa e Salvador ainda deixa muito a desejar. Os serviços oferecidos pelos ônibus não são suficientes. A precariedade existente colabora com o aumento do número de carros nas ruas – o que acarreta caos no trânsito. Essa realidade vai mudar.

Sob o comando do Governo da Bahia, serão investidos R$ 4,2 bilhões para a implantação de todo o sistema metroviário. O traçado, estruturado nos ramais ‘Linha 1’ e ‘Linha 2’, ligará a estação da Lapa a Cajazeiras/Águas Claras e a Lauro de Freitas.

Chegar a Cajazeiras é honrar o compromisso assumido pelo governador Jaques Wagner com a população, ratificado pela nossa presidenta Dilma Rousseff. A estação beneficiará toda a população do bairro.

As distâncias entre as moradias e os locais de trabalho, de estudo, será facilmente percorrida, com horários estabelecidos, evitando longas esperas e atrasos. Vamos cronometrar o percurso.

Salvador merece essa eficiência, que é sinônimo de desenvolvimento. A rapidez nas idas e vindas das pessoas faz parte das melhorias que o governo baiano tem para a nossa capital.

Integrado ao sistema de ônibus, o custo do transporte será de R$3,90, não importando se será feita uma ou duas integrações. Os usuários exclusivos do metrô pagarão pela passagem o valor de R$3,10.

Reforço que a eficiência de uma PPP impõe um forte ritmo de obra, como feito na construção da Arena Fonte Nova. A cada estação construída, com terminal de integração, mais um trecho liberado. Será assim durante toda a implantação.

A solução dos gargalos do trânsito e a extinção de pontos de estrangulamento na cidade só podem ser conquistadas com intervenções estruturantes, sendo estas pensadas e defendidas pelo governador Jaques Wagner. Chega de vaivéns, de atrasos, de tentativas fadadas ao fracasso. Teremos um novo padrão de mobilidade. O metrô de Salvador entra nos trilhos! Nós conseguimos os recursos, construímos os projetos e estamos fazendo uma Salvador melhor.

*Rui Costa é Chefe da Casa Civil do Governo da Bahia e deputado federal licenciado pelo PT.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108862 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]