Fabrício Carpinejar participa da abertura da Festa Literária Internacional de Cachoeira

Fabricio Carpinejar participa da Festa Literária Internacional de Cachoeira.
Fabricio Carpinejar participa da Festa Literária Internacional de Cachoeira.
Fabricio Carpinejar participa da Festa Literária Internacional de Cachoeira.
Fabricio Carpinejar participa da Festa Literária Internacional de Cachoeira.

Escritor gaúcho, dono de diversos prêmios de literatura, Fabricio Carpinejar confirmou participação na mesa de abertura da terceira edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica). O poeta e jornalista estará no dia 23 de outubro de 2013, dia do seu aniversário, às 20h, na mesa “Enfrascar o Cotidiano” junto ao também premiado Cristovão Tezza, com mediação do ator e apresentador Jackson Costa.

Mestre em literatura brasileira pela UFRGS, Carpinejar estreou na literatura em 1998, com o livro “As Solas do Sol”. Uma das suas publicações mais importantes, “Um Terno de Pássaros ao Sul” (2000) foi objeto de referência nos The Book of the Year 2001 da Enciclopédia Britânica.  Entre seus livros estão “Terceira Sede” (2001), “Biografia de uma árvore” (2002) e “Caixa de Sapatos” (2003).

Em 2004, escreveu “Porto Alegre e o dia em que a cidade fugiu de casa” e “Cinco Marias”. O mesmo fez em 2005, os livros “Como no Céu” e “Livro de Visitas”, em 2006 com “O Amor Esquece de Começar” , “Filhote De Cruz Credo”. No ano seguinte publicou  “Meu filho, minha filha” (2007). Em 2008 e 2011, repetiu a dose, e publicou duas obras anuais,  “Canalha!” e “Diário de um Apaixonado: sintomas de um bem incurável” (2008), e  “Mulher perdigueira” e “Borralheiro”, ambos lançados em 2011.

Entre os prêmios recebidos, Carpinejar já levou para casa o Prêmio AGEs Livro do Ano 2003, da Associação Gaúcha de Escritores, com

“Biografia de uma árvore”, escolhido o melhor livro de poesia de 2002. No mesmo ano e com a mesma publicação recebeu o Prêmio Nacional Olavo Bilac 2003, da Academia Brasileira de Letras, escolhida o melhor livro de poesia de 2002, além do Prêmio Nacional Cecília Meireles 2002, da União Brasileira de Escritores (UBE), com “Terceira Sede”, escolhido o melhor livro de poesia de 2001.

Na quinta edição do Prêmio Literário Internacional ‘Maestrale – San Marco’ 2001, MARENGO D’ORO, de Gênova (Itália),  venceu na categoria obra em língua estrangeira, com poemas de “Um Terno de Pássaros ao Sul”. Em 2000, recebeu o Prêmio Nacional Fernando Pessoa, da União Brasileira de Escritores/RJ, categoria Revelação e Estréia, com “As Solas do Sol”. Entre tantos outros, recebeu na 51º edição, o Prêmio Jabuti/2009, da Câmara Brasileira do Livro, na categoria Contos e Crônicas, com “Canalha!”.

Fabrício Carpinejar – O poeta, jornalista e cronista gaúcho Fabrício Carpinejar é formado em jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O escritor coordena o Curso Superior de Formação de Escritores e Agentes Literários da Unisinos. Possui 24 livros na literatura, oito de poesia, oito de crônicas, um de reportagem e sete infanto-juvenis. É apresentador da TV Gazeta e TVCOM, colunista do jornal Zero Hora, revista IstoÉ Gente e Pais&Filhos, e comentarista da Rádio Gaúcha. Foi escolhido pela revista Época em 2010 como uma das 27 personalidades mais influentes na internet. Seu blog já recebeu mais de dois milhões de visitantes, o twitter ultrapassou duzentos mil seguidores e sua página no Facebook mais de 190 mil fãs.

A Flica – Entre os dias 23 e 27 de outubro acontece na cidade histórica do Recôncavo Baiano a terceira edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica). O evento contará com nomes locais, nacionais e internacionais. A festa será gratuita e terá shows musicais, praça de alimentação e pela primeira vez uma programação voltada para o público infantil. O evento tem coordenação geral e realização da Icontent/Rede Bahia e de Marcus Ferreira, da CALI – Cachoeira Literária. O Vice-Presidente do Conselho de Cultura da Bahia, Aurélio Schommer, e o escritor Emmanuel Mirdad, da Mirdad Gestão em Cultura, são os curadores.

A Flica tem Patrocínio da Oi e Coelba, através do Fazcultura, uma parceria entre a Secretaria da Fazenda e Secretaria da Cultura, do Governo do Estado da Bahia, Terra de Todos Nós.

Também já tem confirmado nomes como os internacionais Kierras Kass, Sylvia Day, e Jean Claude, e nacionais como Laurentino Gomes, autor do best-seller “1808 – Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil” e Regina Echeverria, biografa de Elis Regina, Cazuza, Gonzaguinha, Gonzagão e José Sarney. O evento literário contará com a presença de autores baianos como Elieser Cesar, Karina Rabinovitz, Állex Leila, Tom Correia e a historiadora Maria Hilda Baqueiro Paraíso.

Festa Literária Internacional de Cachoeira – Flica 2013

Local: Conjunto do Carmo – Cachoeira

Data: 23 a 27 de outubro de 2013 (quarta a domingo)

Realização: CALI – Cachoeira Literária e Icontent/Rede Bahia

EVENTO GRATUITO

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120629 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.