‘Comunidade Legal’ ouve moradores do bairro George Américo, em Feira de Santana

Promotora Sumaya de Oliveira participa de evento com moradores do George Américo.
Promotora Sumaya de Oliveira participa de evento com moradores do George Américo.
Promotora Sumaya de Oliveira participa de evento com moradores do George Américo.
Promotora Sumaya de Oliveira participa de evento com moradores do George Américo.
Moradores do George Américo.
Moradores do George Américo.

Moradores do bairro George Américo, de Feira de Santana, expuseram na última sexta-feira, 4, ao Ministério Público estadual os problemas mais urgentes da população local, registrados em 19 documentos entregues aos promotores de Justiça presentes durante a primeira audiência pública do projeto ‘Comunidade Legal’. O evento marcou o início do processo de interiorização do programa, coordenado pelo Centro de Apoio Operacional de Segurança Pública e Defesa Social (Ceosp), e que foi criado para planejar e organizar a atuação do MP nas localidades onde são instaladas as Bases Comunitárias de Segurança (BCS). A audiência foi aberta pela promotora de Justiça Sumaya de Oliveira, coordenadora local do projeto, que destacou a importância de se implantá-lo no momento em que a Constituição Federal completa 25 anos.

O rol das demandas de George Américo é extenso, atravessando serviços sanitários, de transporte, educação, cultura, acessibilidade, saúde, entre outros. Pontualmente, como exemplo, vai desde ruas sem calçamento, ausência de linhas de ônibus, até dificuldades do transporte coletivo no atendimento a pessoas com deficiência física. Em documento escrito, um morador relatou a situação de ônibus com elevadores para cadeirantes quebrados e de motoristas insensíveis a esses passageiros especiais. O promotor de Justiça de Feira de Santana, Sávio Damasceno, informou que atuará nas garagens das empresas de transporte público da cidade, para inspecionar as condições dos veículos com elevador, e que será realizada reunião, no próximo dia 31, com motoristas e os usuários do serviço, especialmente idosos e pessoas com deficiência.

Coordenador do Ceosp, o promotor de Justiça Geder Gomes, destacou que o objetivo do programa é, justamente e, sobretudo, “ouvir quais são os problemas existentes na comunidade, e qual é a prioridade das prioridades”. Segundo ele, o MP tem a função de buscar reduzir a distância entre a comunidade e os órgãos responsáveis pela resolução das demandas. Na ocasião, foi divulgado o cronograma de atividade definidas para serem desenvolvidas no bairro. No período de hoje até o próximo dia 23, estão programadas no município palestras, divulgação de programa sobre coleta seletiva e esgotamento sanitário, além de ações dentro dos programas ‘O Ministério Público e os Objetivos do Milênio’ e ‘Paternidade Responsável’.

A audiência contou ainda com a participação dos promotores de Justiça Luís Cláudio Nogueira, secretário-geral adjunto do MP; Ana Torres Freitas; Cláudio Bezerra; Fábio Velloso; Francisco Espinheira; Idelzuith Nunes; Jó Anne Silveira; Lourival Almeida Júnior; Pedro Marques; Renata Lopes; autoridades da Polícia Militar e líderes comunitários.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116607 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.