Governos da Bahia e de Atlanta formalizam intercâmbios culturais e econômicos

Governador Jaques Wagner para formalizar intercâmbio de estudantes e professores da Bahia e dos EUA.
Governador Jaques Wagner para formalizar intercâmbio de estudantes e professores da Bahia e dos EUA.
Governador Jaques Wagner para formalizar intercâmbio de estudantes e professores da Bahia e dos EUA.
Governador Jaques Wagner para formalizar intercâmbio de estudantes e professores da Bahia e dos EUA.

Representantes de 13 universidades da Geórgia, nos Estados Unidos (EUA), se reuniram, nesta segunda-feira (09/09/2013), na Governadoria, em Salvador, com o governador Jaques Wagner, para formalizar intercâmbio de estudantes e professores da Bahia e dos EUA. A I Missão Educacional Fulton-Bahia é resultado da assinatura do memorando de entendimento celebrado em 2012, abrangendo cultura, saúde pública, educação, políticas para a juventude, desenvolvimento econômico e turístico e promoção da igualdade racial.

Os representantes de universidades americanas vieram estabelecer parcerias e discutir oportunidades educacionais de forma bilateral. Para o presidente do condado de Fulton, Jonh Eaves, que assinou o memorando em 2012, esta é uma grande oportunidade para fortalecer o intercâmbio entre os governos, principalmente na área de educação, saúde pública, arte e cultura.

De acordo com o secretário estadual de Promoção da Igualdade Racial, Elias Sampaio, um dos principais objetivos é reforçar a inclusão de jovens negros no intercâmbio internacional, por meio do programa Ciência sem Fronteiras. Ele disse que o condado de Fulton foi escolhido pela proximidade étnico-racial com a Bahia. “Estamos tentando aproximar nossas universidades para que possamos aumentar a participação de jovens negros em programas de intercâmbio internacionais. Nosso acordo não se restringe à educação, mas é uma das nossas prioridades”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9974 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).