Governador Jaques Wagner defende uso de energia limpa para desenvolvimento sustentável

Governador e Renato Amaral, sócio-fundador da Renova Energia, no parque eólico de Caetité.

Governador e Renato Amaral, sócio-fundador da Renova Energia, no parque eólico de Caetité.

“Esse evento tem um significado especial não só para os investidores do setor, mas para todos aqueles que defendem o desenvolvimento sustentável e o emprego de energia limpa. Para o governo da Bahia, só existe desenvolvimento se este for sustentável”, disse o governador Jaques Wagner, nesta terça-feira (03/09/2013), na solenidade de abertura do Brazil Windpower – 4ª Conferência e Feira de Negócios, ao ser homenageado como “Embaixador do Vento” pela Associação Brasileira de Energia Eólica – Abeeólica, organizadora do evento junto com a Gwec e Grupo Canal Energia, no Rio de Janeiro.

O governador também tem defendido o setor nacionalmente, buscando aumentar a competitividade e discutindo com o Ministério das Minas e Energia e junto à presidente Dilma gestões para ampliar cada vez mais o segmento. Nesta área, a Bahia vem assumindo uma posição de destaque em relação aos negócios gerados no país.

No 5º leilão de energia de reserva realizado no último dia 23 de agosto pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, dos 66 projetos contratados com potência de 1.505 MW, 28 estão na Bahia, com potencial contratado de 567,8 MW, o que equivale a mais de R$ 2 bilhões em investimentos.Em leilões, Bahia já tem contratado 2,2 GW, e projeções de investimento da ordem de R$ 10 bilhões no setor até 2017.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).