Salvador: Seminário reuniu formadores de opinião com a finalidade de aproximar MPF da mídia

Vladimir Aras e Carlos Augusto. Equipe do Jornal Grande Bahia participou do Seminário Ministério Público para Jornalista.
Vladimir Aras e Carlos Augusto. Equipe do Jornal Grande Bahia participou do Seminário Ministério Público para Jornalista.

Com participação dos procuradores da República Wilson Rocha de Almeida Neto, Vladimir Aras e Sidney Madruga foi realizado na tarde desta quarta-feira (04/07/2013), o III Seminário Ministério Público Federal para Jornalistas, na sede do órgão, em Salvador/BA. O evento, que tem como objetivo aperfeiçoar e aprimorar o relacionamento do MPF com a mídia e tornar a instituição mais conhecida pela sociedade por meio dela, reuniu jornalistas e outros formadores de opinião, estudantes da área de comunicação, cidadãos, servidores e estagiários do MPF.

O seminário foi aberto pelo procurador-chefe do MPF/BA, Wilson Rocha de Almeida Neto, que apresentou a estrutura e funções da instituição; o Núcleo de Atendimento ao Cidadão (NAC) e as ferramentas de transparência do MPF, incrementadas com o surgimento do Portal do Cidadão. Wilson Rocha também esclareceu equívocos comuns da imprensa na cobertura de assuntos ligados ao MPF e muniu o público de dados estatísticos sobre a estrutura e funcionamento do MPF/BA.

Em seguida, Vladimir Aras detalhou a atuação do MPF por meio do Ofício Criminal e da recém-criada Divisão de Combate à Corrupção (Diccor), além de destacar as principais áreas de atuação do Ofício Criminal, citando os casos de destaque na mídia ao longo dos últimos anos.

Sidney Madruga, procurador Regional Eleitoral na Bahia, ressaltou a importância da cobertura, pela imprensa, das irregularidades eleitorais e abordou o papel da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE). Madruga também esclareceu a diferença da atuação do procurador Regional Eleitoral e dos promotores eleitorais. Além disso, relembrou importantes atuações da PRE para coibir a prática de ilícitos eleitorais, a exemplo da propaganda eleitoral antecipada.

Por fim, a assessora de comunicação do órgão, Marla Barata, mostrou o trabalho realizado pelo setor, além de estatísticas das divulgações institucionais. Um dos pontos altos do evento foi a abertura para o esclarecimento de dúvidas dos participantes ao final de cada apresentação, enriquecendo o conteúdo do seminário.

O Seminário Ministério Público para Jornalista integra as ações do Painel de Contribuição do MPF/BA, para alcance dos objetivos do Planejamento Estratégico da instituição. A partir desta edição, a proposta é realizar o evento anualmente a fim de aproximar o MPF de alguns de seus principais públicos estratégicos: a sociedade e a imprensa.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9605 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).