Deputado federal Nelson Pelegrino aponta inversão de prioridades em administração municipal de Salvador

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Nelson Pelegrino voltou a rechaçar o aumento do imposto e a criação de cargos.
Nelson Pelegrino voltou a rechaçar o aumento do imposto e a criação de cargos.
Nelson Pelegrino voltou a rechaçar o aumento do imposto e a criação de cargos.
Nelson Pelegrino voltou a rechaçar o aumento do imposto e a criação de cargos.

Enquanto o prefeito de Salvador conseguiu aprovar na Câmara Municipal a criação de 97 cargos, sendo 37 comissionados na reforma do IPTU, escolas municipais da cidade não funcionam por falta de funcionários e de pagamento. Em entrevista à rádio Sociedade, no programa Balanço Geral com os radialistas Armando Mariani e Adelson Carvalho, o deputado federal Nelson Pelegrino (PT-BA) voltou a rechaçar o aumento do imposto e a criação de cargos que eram criticados por ACM Neto no Congresso quando deputado e no período de campanha.

Pelegrino também falou sobre a necessidade de adoção de política para usuários de drogas e implantação de corredores exclusivos para ônibus, medida que não implica em alto custo para os cofres públicos e que ajudaria a amenizar o problema do trânsito na cidade. “Mas não, o prefeito ACM Neto preferiu foi dobrar o valor cobrado nos estacionamentos administrados pela Prefeitura e cobrar o pagamento de multas antigas (2011 e 2012) com prazo legal de cobrança vencido de 30 dias após o ocorrido conforme prescreve a lei. É dinheiro no caixa e educação em segundo plano”, alfinetou Pelegrino.

Sobre Carlos Augusto 9654 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).