Feira de Santana: “Data que além de histórica, traz a luta dos brasileiros por dias melhores”, diz deputado Carlos Geilson sobre o 7 de Setembro

Políticos feirenses participam do 7 de setembro.
Políticos feirenses participam do 7 de setembro.

Há 191 anos do Grito do Ipiranga, que marcou a independência do Brasil em 7 de setembro de 1822, as diversas cidades brasileiras relembraram a data com desfile cívico nas ruas. Em Feira de Santana não foi diferente. Na manhã deste sábado (07/09/2013), a Avenida Presidente Dutra foi tomada por grupos representantes das forças armadas, ex-combatentes e escolas públicas. A cobrança da população por melhorias sociais mais uma vez marcou o evento, durante o Grito dos Excluídos.

“Embora haja controvérsia de que o Brasil tenha se tornado independente no dia 7 de setembro, já que alguns defendem que o país só ficou livre de fato do domínio português no dia 2 de julho do ano seguinte, é muito bonito ver a juventude e famílias inteiras nas ruas; pais passando para os filhos informações sobre a data. É uma alegria que se renova a cada ano”, declarou Geilson. E complementou: “É também um momento que retrata as insatisfações sociais no Grito dos Excluídos. Uma data que além de histórica, traz a luta dos brasileiros por dias melhores”.

O parlamentar assistiu ao desfile com o arcebispo metropolitano Dom Itamar Vian, prefeito José Ronaldo de Carvalho, deputado federal Colbert Martins Filho (PMDB), vereadores e secretários municipais.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9993 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).