Câmara Municipal comemora 180 anos de emancipação política de Feira de Santana

Vista aérea de Feira de Santana, trecho do viaduto da BR 324 com Anel de Contorno.
Vista aérea de Feira de Santana, trecho do viaduto da BR 324 com Anel de Contorno.

A Casa da Cidadania, na tarde desta quarta-feira (18/09/2013), realizou sessão solene pela passagem dos 180 anos de emancipação política de Feira de Santana.  O evento contou com a palestra do desembargador e escritor Raymundo Antônio Carneiro Pinto, que fez um breve relato do município desde o Brasil Império até os dias atuais.

A sessão foi conduzida pelo presidente da Casa da Cidadania, vereador Justiniano França, que compôs a mesa juntamente com o prefeito José Ronaldo de Carvalho; o arcebispo metropolitano Dom Itamar Vian; o desembargador Raymundo Antônio Carneiro Pinto; o tenente coronel Rogério Matos dos Santos, comandante do 35º BI; além dos deputados estaduais Carlos Geilson e José de Arimatéia.

Raymundo Pinto, que é natural de Feira de Santana, citou dados históricos e geográficos, política, aspectos sócio-econômicos, curiosidades e personalidades com reconhecida contribuição à municipalidade. Sua  explanação foi contextualizada com publicações do Arquivo Nacional, monografia, registros em atas, entre outros.

O palestrante relatou, por exemplo, que no passado, “não muito remoto, as comemorações da data magna de nosso município se realizavam em outra data. A Lei Orgânica atual, na época em que foi aprovada, fixava o dia 16 de junho para que tal ocorresse. Tomou-se por base o fato de que, na indicada data, relativa ao ano de 1873, a antiga vila foi elevada à condição de cidade”.

Em sua opinião, não deixa de ser um acontecimento marcante, uma vez que, com isso, “houve o reconhecimento oficial de que esta terra registrava acentuado progresso entre os aglomerados urbanos do estado. O equívoco ficava por conta dos que confundiam aquela mudança de status da então vila com a real emancipação de Feira, que se deu muitos anos antes”.

Ele informou que a Câmara Municipal aprovou, em 20 de novembro de 2000, a emenda n. 22, que alterou o § 3º do art. 4º da Lei Orgânica do Município, estabelecendo que, a partir de então, as comemorações pela emancipação de Feira de Santana seriam realizadas em 18 de setembro.

Raymundo Pinto declarou que a “grandeza” de 180 anos de emancipação de Feira de Santana contém uma quantidade inumerável de acontecimentos históricos relevantes, impossíveis de caber numa “modesta” palestra.

“Procurei, no limite de minhas limitações intelectuais e de memória, realçar determinados fatos que, a meu juízo, são representativos desse longo tempo. Desculpem se cometi omissões imperdoáveis. Eu me sentirei satisfeito e realizado caso o distinto público, que veio comemorar nesta colenda Câmara, tão importante efeméride, desde as mais altas autoridade até o simples homem do povo saiam desta solenidade ainda mais orgulhosos de terem nascido no rincão feirense ou livremente optado por viver nesta terra “formosa e bendita”, como assim considerou a poetisa Georgina Erismann, autora do nosso hino”, finalizou.

Após a explanação, o prefeito José Ronaldo entregou uma placa em agradecimento ao palestrante Raymundo Pinto. A solenidade teve a participação da banda de música da Guarda Municipal, responsável pela execução do Hino Nacional Brasileiro e do Hino de Feira de Santana.

O evento foi prestigiado pela imprensa, representantes políticos, militares, eclesiásticos e pessoas da comunidade, que lotaram o plenário e a galeria da Casa Legislativa.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115150 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.