Investimento da Quifel na Bahia vai incentivar chegada de novas empresas portuguesas

Antônio Coradinho e Rafael Cavalcanti. Investimentos portugueses na Bahia.
Antônio Coradinho e Rafael Cavalcanti. Investimentos portugueses na Bahia.
Antônio Coradinho e Rafael Cavalcanti. Investimentos portugueses na Bahia.
Antônio Coradinho e Rafael Cavalcanti. Investimentos portugueses na Bahia.

A Câmara Portuguesa de Comércio na Bahia celebrou os 10 anos de fundação no estado nesta segunda-feira (19/08/2013), quando também foi empossada a nova diretoria da entidade, com a presença de empresários, do prefeito ACM Neto e outras autoridades no Yacht Clube de Salvador. Durante a solenidade, o presidente reeleito, Antônio Coradinho, destacou os avanços da Câmara com a chegada de novas empresas portuguesas que vão fortalecer a parceria de negócios entre Brasil e Portugal.

O principal avanço é a criação do Centro Português de Negócios, que vai dar todo suporte de logística e institucional para facilitar a chegada de novos investidores do país europeu  à Bahia. Um dos destaques para Coradinho é a instalação da empresa Quifel Energy, que na Bahia é dirigida pelo executivo Rafael Cavalcanti, e iniciou processo de implantação de um Parque Eólico no sertão baiano, que vai gerar cerca de 4,5 mil empregos.

Na avaliação do presidente, o investimento da Quifel na Bahia serve para dar um selo de qualidade para o centro e servirá de incentivo para a chegada de outros investidores de potencial, uma vez que a Quifel é uma empresa de expressivo prestígio na Europa, sob o comando do empresário Miguel Pais do Amaral, que também é presidente do Conselho de Administração da Media Capital – maior canal de TV de Portugal. “A Quifel é uma das grandes que vai investir na Bahia, o que nos dá muita felicidade, porque trata-se de uma empresa de grande importância e prestigio na Europa. Certamente vai ser um elemento facilitador para atrairmos novos empresários”, comemorou.

Sobre Carlos Augusto 9462 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).