Feira de Santana contará com a 2ª Vara da Fazenda Pública, anuncia deputada Graça Pimenta

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Greaça Pimenta: "Considero a criação destas varas um bom começo para melhorar o trabalho da Justiça na Bahia e, principalmente, em Feira de Santana, que também já conta há cerca de dois meses com mais 12 juízes. Porém, ainda acredito que a realização de outras medidas como concursos públicos e melhorias das condições de trabalho vão agilizar e dinamizar o processo judiciário no Estado”. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Greaça Pimenta: "Considero a criação destas varas um bom começo para melhorar o trabalho da Justiça na Bahia e, principalmente, em Feira de Santana, que também já conta há cerca de dois meses com mais 12 juízes. Porém, ainda acredito que a realização de outras medidas como concursos públicos e melhorias das condições de trabalho vão agilizar e dinamizar o processo judiciário no Estado”. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Greaça Pimenta: "Considero a criação destas varas um bom começo para melhorar o trabalho da Justiça na Bahia e, principalmente, em Feira de Santana, que também já conta há cerca de dois meses com mais 12 juízes. Porém, ainda acredito que a realização de outras medidas como concursos públicos e melhorias das condições de trabalho vão agilizar e dinamizar o processo judiciário no Estado”. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Greaça Pimenta: “Considero a criação destas varas um bom começo para melhorar o trabalho da Justiça na Bahia e, principalmente, em Feira de Santana, que também já conta há cerca de dois meses com mais 12 juízes. Porém, ainda acredito que a realização de outras medidas como concursos públicos e melhorias das condições de trabalho vão agilizar e dinamizar o processo judiciário no Estado”. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

As cidades de Feira de Santana, Salvador, Ilhéus, Camaçari e Santo Antônio de Jesus serão contempladas com nove varas do Poder Judiciário do Estado da Bahia para ampliar o acesso à Justiça em cinco comarcas baianas e em dezenas de municípios. Em Feira de Santana, especificamente, será instalada a 2ª Vara da Fazenda Pública.

A deputada estadual Graça Pimenta (PR) comemora a iniciativa. Vale lembrar que o assunto foi um dos temas de uma audiência realizada no mês de junho entre a parlamentar e o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargador Mário Hirs. “Fico contente com esta iniciativa. Considero a criação destas varas um bom começo para melhorar o trabalho da Justiça na Bahia e, principalmente, em Feira de Santana, que também já conta há cerca de dois meses com mais 12 juízes. Porém, ainda acredito que a realização de outras medidas como concursos públicos e melhorias das condições de trabalho vão agilizar e dinamizar o processo judiciário no Estado”, afirma.

Em Salvador serão instaladas a 11ª e 12ª Varas da Fazenda Pública, bem como a 3ª e 5ª Varas da Infância e Juventude e a 3ª Vara dos Feitos Relativos a Tóxicos. Já as comarcas de entrância final de Ilhéus e Camaçari vão ganhar, respectivamente, a 1ª Vara da Fazenda Pública e a 1ª Vara de Família, Órfãos, Sucessões e Interditos. O município de Santo Antônio de Jesus será contemplado com a 1ª Vara de Família. A resolução nº 17 de 7 de agosto deste ano que autoriza a instalação das novas varas foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) de quarta-feira (21).

Sobre Carlos Augusto 9653 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).