Durante Audiência pública, deputado destaca investimentos na construção do aeroporto de Feira de Santana, dialoga com a comunidade e critica ausência da prefeitura

Zé Neto: “Já são R$ 6,5 milhões de investimentos no aeroporto e R$ 3,6 milhões de verba para a execução das obras na Avenida Sérgio Carneiro, acesso ao empreendimento. Em breve pretendemos realizar voos regulares no Aeroporto de Feira e vamos trabalhar para isso com eficiência e disposição de minha parte, do governador Jaques Wagner e do secretário da Infraestrutura, Otto Alencar, para colocar esses voos regionais como parte do cotidiano feirense”.
Zé Neto: “Já são R$ 6,5 milhões de investimentos no aeroporto e R$ 3,6 milhões de verba para a execução das obras na Avenida Sérgio Carneiro, acesso ao empreendimento. Em breve pretendemos realizar voos regulares no Aeroporto de Feira e vamos trabalhar para isso com eficiência e disposição de minha parte, do governador Jaques Wagner e do secretário da Infraestrutura, Otto Alencar, para colocar esses voos regionais como parte do cotidiano feirense”.
Zé Neto: “Já são R$ 6,5 milhões de investimentos no aeroporto e R$ 3,6 milhões de verba para a execução das obras na Avenida Sérgio Carneiro, acesso ao empreendimento. Em breve pretendemos realizar voos regulares no Aeroporto de Feira e vamos trabalhar para isso com eficiência e disposição de minha parte, do governador Jaques Wagner e do secretário da Infraestrutura, Otto Alencar, para colocar esses voos regionais como parte do cotidiano feirense”.
Zé Neto: “Já são R$ 6,5 milhões de investimentos no aeroporto e R$ 3,6 milhões de verba para a execução das obras na Avenida Sérgio Carneiro, acesso ao empreendimento. Em breve pretendemos realizar voos regulares no Aeroporto de Feira e vamos trabalhar para isso com eficiência e disposição de minha parte, do governador Jaques Wagner e do secretário da Infraestrutura, Otto Alencar, para colocar esses voos regionais como parte do cotidiano feirense”.

Auditório lotado para acompanhar a Audiência Pública “Aeroporto de Feira, diálogos e perspectivas”, promovida pelo mandato do deputado estadual Zé Neto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, na manhã desta quinta-feira (08/08/2013), em Feira de Santana. Comunidade, autoridades e imprensa participaram do evento que teve como objetivo discutir a reestruturação, requalificação e ampliação do Aeroporto João Durval Carneiro.

Além de Zé Neto, a mesa de discussão do evento, realizado na Associação Comercial da cidade, foi composta por: José Cassiano, superintendente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero); Denisson Oliveira, diretor de Terminais do Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba); José Ferreira Sales, o Zé Grande, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Feira de Santana (STR); vereador Alberto Nery (PT); Maria Gorete, representante da Associação dos Moradores do bairro Aeroporto; e Juliane Colavoupe, assistente social do Derba.

Durante a audiência foram apresentados estudos e intervenções já realizados no empreendimento que vem recebendo diversos investimentos do Governo do Estado, bem como em seu entorno, desde a sua reabertura em 2011. “Já são R$ 6,5 milhões de investimentos no aeroporto e R$ 3,6 milhões de verba para a execução das obras na Avenida Sérgio Carneiro, acesso ao empreendimento. Em breve pretendemos realizar voos regulares no Aeroporto de Feira e vamos trabalhar para isso com eficiência e disposição de minha parte, do governador Jaques Wagner e do secretário da Infraestrutura, Otto Alencar, para colocar esses voos regionais como parte do cotidiano feirense”, destacou Zé Neto.

Na oportunidade, foram feitos diversos esclarecimentos para a comunidade que mora no entorno do equipamento e todos tiveram espaço para expor opiniões e esclarecer dúvidas. O ponto principal do debate apresentado pelos moradores foi desapropriação.

Denisson Oliveira, diretor de Terminais do Derba, destacou os trabalhos feitos no local desde a concessão. “Fizemos o muro patrimonial, a limpeza e recuperação, a edificação e o núcleo contra incêndio, com o caminhão para o aeroporto. As outras intervenções são de caráter físico. A ampliação do terminal e outras obras são de responsabilidade da empresa concessionária. A gente vem acompanhando e eles estão produzindo o material exigido em contratos, os levantamentos necessários e as ações junto a empresas aéreas. Estes processos estão em andamento”, destacou.

Sobre a desapropriação, o diretor do Derba esclareceu: “Hoje nós estamos com 90% da área levantada, com quase todos os proprietários definidos e cadastrados. Me comprometi com a comunidade para que, assim que esse cadastro for concluído, iremos discutir com a comunidade como nós vamos realizar essa desapropriação para que não cause problemas para eles. O Estado está finalizando isso. Os procedimentos planejados vêm sendo cumpridos e estão dentro do cronograma. Esta é uma obra importante, um equipamento que tem um reflexo em todo o Estado, e nós estamos atentos para que o Aeroporto de Feira venha de fato a responder o que a gente planejou e espera.” Quanto ao valor das indenizações, afirma o representante do Derba, só será definido após a conclusão do levantamento de propriedades.

Juliane Colavoupe, assistente social do Derba, salientou a sua preocupação em ter um olhar social para as famílias daquela localidade. “São famílias de área rural, com sua cultura. Então, estamos pensando também no remanejamento destas famílias para um outro local onde possam continuar com sua produção, dando continuidade à sua vida laborativa. Para tudo isso precisamos do diagnóstico da área”, esclareceu.

Uma reunião foi marcada para discutir com estas famílias, que compõem os 10% que faltam ser cadastradas e concluir esta etapa do projeto.

Município não mandou representante

Zé Neto lamentou a ausência de representantes do governo municipal, já que as obras do Aeroporto João Durval Carneiro influenciam diretamente o desenvolvimento da cidade. Para o deputado, o encontro foi oportuno para dialogar com a comunidade, apontando caminhos para as próximas etapas de avaliação de propriedades no entorno deste importante equipamento para o desenvolvimento da cidade. “Seis audiências públicas já foram realizadas, sendo duas lá no local, diretamente dialogando com eles. O papel da audiência pública é esse, ouvir a comunidade. Esse é o caminho”, disse.

Também estiveram presentes no evento: Jarbas Pinheiro Meira, assessor da Infraero; o empresário Clóvis Cedraz; Jairo Miranda, diretor do Centro Industrial Subaé; Luís Roberto Riske, dirigente do PCdoB; Ariosvaldo Moreira, diretor da Secretaria Estadual da Fazenda;  Iraci Leite, diretora do Hospital Especializado Lopes Rodrigues; os vereadores Pablo Roberto (PT), e Correia Zezito (PTB); representantes do vereador Beldes Ramos (PT); Márcia Borges, engenheira civil da Embasa; o assessor do senador Walter Pinheiro (PT), Aurelino Bento da Silva; Rui Caldas, técnico da EBDA; Aurino Soares, coordenador regional da ADAB de Feira de Santana; Coronel Manoel Antunes Melo, comandante do Corpo de Bombeiros; Adelmário Xavier, comandante da Polícia Militar; Major PM Jader Martins; Ruy Caribé, do Instituto Pensar Feira; Raimundo Vaccarezza, da EBAL;Ligiane Silva; Professor Ferreira, de Ipuaçu; dentre outras autoridades e representantes.

Concessão

O Aeroporto de Feira será administrado pelo Consórcio Aeroportos Bahia, controlado pela empresa Sinart, que administra os aeroportos de Lençóis, Porto Seguro e Teixeira de Freitas, e pela UTC, que administra o aeroporto de Campinas, em São Paulo.

Com a assinatura do contrato de concessão com o Consórcio Aeroportos Bahia, estimado em R$ 50 milhões, serão executadas novas obras de requalificação do equipamento. Estão previstas a ampliação, administração, operação, manutenção e exploração comercial do aeródromo.

Requalificação

Com a requalificação, a área do aeroporto passa de 2.356.343,89m² para 4.317.948,17m². A expectativa é que a cidade atraia um grande volume de cargas de bens de consumo e movimente produtos dos polos logísticos que estão sendo instalados na cidade, além de ajudar a desafogar a demanda, que hoje é concentrada em Salvador.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108904 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]