Confira a coluna de Antônio José Larangeira de 2 de agosto de 2013

O doutor em Urologia Edson Paschoalin e Sandra que estiveram em viagem ao exterior.
O doutor em Urologia Edson Paschoalin e Sandra que estiveram em viagem ao exterior.
O doutor em Urologia Edson Paschoalin e Sandra que estiveram em viagem ao exterior.
O doutor em Urologia Edson Paschoalin e Sandra que estiveram em viagem ao exterior.
O empresário Inocencio Chaves, que capitaneia a industria Metaf com sucesso.
O empresário Inocencio Chaves, que capitaneia a industria Metaf com sucesso.

Renda per capita de Feira, R$ 662,24

Segundo o Pnud, nas ultimas duas décadas, a renda per capita média de Feira de Santana cresceu 108,90% passando de R$317,02 em 1991 para R$412,85 em 2000 e R$662,24 em 2010. A extrema pobreza na cidade caiu de 21,51% em 1991 para 14,74% em 2000 e para 5,38% em 2010. A taxa média anual de crescimento foi de 30,23% no primeiro período e 60,41% no segundo. A extrema pobreza (medida pela proporção de pessoas com renda domiciliar per capita inferior a R$ 70,00, em reais de agosto de 2010) passou de 21,51% em 1991 para 14,74% em 2000 e para 5,38% em 2010. De acordo com o Gini, instrumento usado para medir o grau de concentração de renda, que aponta a diferença entre os rendimentos dos mais pobres e dos mais ricos, a desigualdade diminuiu: passou de 0,61 em 1991 para 0,61 em 2000 e para 0,60 em 2010. Em toda a Bahia, Feira de Santana ocupa a 5ª posição no IDHM em relação os 417 municípios do estado. Em relação aos 5.565 municípios do Brasil, a cidade é a 1546ª no ranking.

Melhora Educação

Além da renda per capita, no relatório do Pnud, revela que a dimensão que mais cresceu em Feira de Santana na última década, em termos absolutos, foi Educação (com crescimento de 0,179) seguida por Longevidade. Conforme o relatório, a taxa de analfabetismo da população de 18 anos ou mais diminuiu 12,43% nas últimas duas décadas.

Mortalidade e envelhecimento

Outro ponto importante favorável em Feira de Santana é que a mortalidade infantil que teve uma redução de 52%, isto é, passou de 32,8 por mil nascidos vivos em 2000 para 15,6 por mil nascidos vivos em 2010. O índice de envelhecimento, segundo a pesquisa, evoluiu de 4,60% para 5,91% e a razão de dependência (menor de 1 anos e maiores de 65 anos) de Feira de Santana passou de 53,42% para 42,96%. A esperança de vida ao nascer aumentou 13,0 anos nas últimas duas décadas, isto é, passou de 61,2 anos em 1991 para 67,9 anos em 2000, e para 74,2 anos em 2010.

Vencedores do Salão

O Salão de Artes Visuais de Feira de Santana, que foi inaugurado no último final de semana no Centro de Cultura Amélio Amorim, com a noite de abertura e premiação dos vencedores, sexta-feira,26, apresentou os seguintes vencedores que foram premiados com R$ 7 mil cada um: Adriano C. Machado, Coletivo Entrecho, com a obra “Piriguete 3 x 5,00” (gravura – serigrafia); Arthur Scovino, “Levando os elepês de Gal para passear” (instalação) e Flávio Marzadro, “Sublimazione Teológica II” (pintura). Também Foi conferida Menção Especial a João Oliveira, “De ladraduras e dentes ou do latim: pe(re)nnis (gravura em metal)” e a Mayra Lins, “Saturação” (instalação).

Fotopinturas na Uefs

Harmonizar e embelezar uma imagem. Colorir a foto em preto e branco. Faz parte da técnica de fotopintura, que se popularizou no Brasil, especialmente no Nordeste, durante o século XX. Este método artístico pode ser conferido na exposição “Retrato pintado: retoques na memória”, apresentada pelo Museu Casa do Sertão da Uefs). A exposição reúne 50 fotopinturas, produzidas a partir da década de 20, pertencentes a acervos de famílias de várias localidades como Tanquinho, Riachão de Jacuípe, Santo Amaro, Feira de Santana, Cruz das Almas, Crato (CE) e São Paulo.

Esta coluna é publicada nos sítios jornalísticos 

Jornal Grande Bahia

Tribuna da Bahia

Notícias da Bahia

Antonio José Larangeira
Sobre Antonio José Larangeira 3032 Artigos
Antonio José Larangeira nasceu em 11 de janeiro de 1945, é natural de Santo Amaro da Purificação (BA), é formado em Administração, pela Faculdade Anísio Teixeira (FAT). Atua como jornalista profissional, com registro nº 514 (SINJORBA/FENAJ) e publica coluna diária nos jornais Grande Bahia, Pátria Latina e Tribuna da Bahia. E-mail: [email protected]