Autorizada construção do Centro Pan-Americano de Judô na Bahia

Membros dos governos federal e estadual assinam ordem serviço construção Centro Panamericano de Judô.
Membros dos governos federal e estadual assinam ordem serviço construção Centro Panamericano de Judô.
Membros dos governos federal e estadual assinam ordem serviço construção Centro Panamericano de Judô.
Membros dos governos federal e estadual assinam ordem serviço construção Centro Panamericano de Judô.

A ordem de serviço para construção, em Lauro de Freitas, do Centro Pan-Americano de Judô (CPJ), foi assinada nesta quarta-feira (28/08/2013), pelo governador Jaques Wagner, em cerimônia realizada no salão de atos da Governadoria, com a presença do ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

O equipamento, com inauguração prevista para abril de 2014, será construído em frente à Praia de Ipitanga. O investimento é de R$ 43 milhões e a estrutura vai contar com ginásio climatizado, quatro tatames e capacidade para 1900 pessoas, alojamento para 50 atletas e dirigentes, auditório para 200 pessoas, setor administrativo, quadra e piscina.

O CPJ será o principal espaço para treinamento na América Latina da modalidade de judô e, em 2016, de aclimatação para as Olimpíadas. O governador Jaques Wagner disse que “o Centro vai ser uma referência para o judô. O investimento no esporte é importante por ser uma possibilidade de realizar sonhos dos jovens e não deixá-los cair no mundo das drogas”.

Segundo o ministro Aldo Rebelo, o judô é hoje um dos esportes de maior sucesso no Brasil, uma paixão nacional, praticado por crianças, jovens e adultos de todas as classes sociais. “Esse novo equipamento da Bahia é um orgulho para o esporte do Brasil, vai orientar nossa população para todos os jogos nacionais e internacionais e tem como objetivo mais imediato as Olimpíadas de 2016. Que sirva para formar novos ídolos brasileiros”.

Confira o vídeo

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9166 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).