Visita do papa ao Brasil | Francisco pede aos jovens que derrubem as barreiras do ódio, da intolerância e se tornem revolucionários

Papa Francisco : "A Igreja conta com vocês e o papa conta com vocês"
Papa Francisco : "A Igreja conta com vocês e o papa conta com vocês"
Papa Francisco : "A Igreja conta com vocês e o papa conta com vocês"
Papa Francisco : “A Igreja conta com vocês e o papa conta com vocês”

Com mensagem que pediu engajamento e evangelização aos jovens, o papa Francisco fez a última homilia na Jornada Mundial Juventude. Ele pediu aos jovens que participem da Igreja e derrubem as barreiras do egoísmo, do ódio e da intolerância para a construção de um mundo novo.

“A Igreja conta com vocês e o papa conta com vocês”, disse, acrescentando que os peregrinos devem ir sem medo. “É bonito compartilhar essa experiência de fé, mas ela é só uma etapa do caminho. Sigam com generosidade e união”, incentivou Francisco.

O papa celebra desde as 10h30 a Missa de Envio, que marca o encerramento do evento católico. Os jovens ouviram do papa que são o principal instrumento para evangelizar e que devem levar a mensagem da Jornada Mundial da Juventude a quem é indiferente e a quem não é acolhedor, com criatividade e entusiasmo.

As presidentas Dilma Rousseff e Cristina Kirchner (Argentina) acompanham a missa ao lado do presidente da Bolívia, Evo Morales, na primeira fila da área reservada para autoridades.

Papa conclama jovens a serem revolucionários

No encontro com os voluntários da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Riocentro, o papa Francisco falou por pouco mais de dez minutos e agradeceu o trabalho de todos. Em sua mensagem, pediu que os voluntários sejam revolucionários.

“Peço que vocês sejam revolucionários, peço para vocês irem contra a corrente, peço que se rebelem contra essa cultura do provisório. Tenho confiança em vocês em irem contra a corrente. Também tenham a coragem de ser felizes”, disse Francisco.

No início da cerimônia, um jovem brasileiro e uma polonesa agradeceram a presença do papa e a escolha de seus países para sediar a jornada. A Polônia irá sediar o próximo evento em 2016.

“Não podia regressar a Roma sem antes agradecer de modo pessoal e afetuoso cada um de vocês pelo trabalho com que ajudaram os milhares de peregrinos e os detalhes que ajudaram a fazer dessa Jornada Mundial da Juventude um espetáculo belíssimo”, disse. O papa chegou de helicóptero e entrou no pavilhão de papamóvel, sendo aplaudido pelos voluntários.

“Vocês provaram que a maior alegria é dar do que receber”, acrescentou.  E lembrou que os jovens devem seguir seu caminho, de ter uma família ou o sacerdócio. “Cada um tem seu caminho. Alguns são chamados a ter família, com o sacramento do matrimônio. Há quem diga que hoje o casamento está fora de moda. Está fora de moda?”, perguntou o papa. E o público respondeu: não.

Ao final da cerimônia, o pontífice disse que todos podem contar com as orações dele, “pois sei que posso sempre contar com as orações de vocês”. Ele orou e abençoou os voluntários.

Papa diz que o futuro exige a tarefa de “reabilitar a política”

O papa Francisco disse ontem (27/07/2013) em seu discurso no Theatro Municipal que a sociedade é responsável pela formação das novas gerações, nas áreas política e econômica, primando pelos valores éticos. Ele destacou ainda a importância de se combater a pobreza.

“O futuro exige hoje a tarefa de reabilitar a política, que é uma das formas mais altas da caridade. O futuro nos exige também uma visão humanista da economia e uma política que logre cada vez mais e melhor a participação das pessoas, evite o elitismo e erradique a pobreza. Que a ninguém falte o necessário e se assegure a todos dignidade, fraternidade e solidariedade”.

O encontro reuniu políticos, dirigentes empresariais, personalidades da vida cultural, líderes religiosos e de movimentos sociais e representantes diplomáticos.

Ao citar o pensador católico brasileiro Alceu de Amoroso Lima, o papa disse que “quem tem o papel de responsabilidade em uma nação está chamado a enfrentar o futuro, com o olhar tranquilo de quem sabe ver a verdade”.

O papa disse que três aspectos são importantes para uma caminhada calma, serena e sábia: a originalidade de uma tradição cultural, a responsabilidade solidária para construir o futuro e o diálogo construtivo para confrontar o presente.

Com relação ao primeiro aspecto, o pontífice destacou a originalidade dinâmica que caracteriza a cultura brasileira “com sua extraordinária capacidade para integrar elementos diversos”. Para Francisco, essa capacidade pode “fecundar um processo cultural fiel à identidade brasileira e, por sua vez, um processo construtor de um futuro melhor para todos, um processo que faça crescer a humanização integral e a cultura do encontro. Essa é a maneira cristã de promover o bem comum, a alegria de viver”.

Sobre a responsabilidade social, o papa disse que ela requer um certo tipo de paradigma cultural e político. “Somos responsáveis pela formação das novas gerações, ajudá-las a serem capazes na economia e na política e firmes nos valores éticos. O futuro exige hoje a tarefa de reabilitar a política, que é uma das formas mais altas da caridade”.

Depois de recordar uma passagem biblíca do profeta Amós, Francisco disse que “os gritos que pedem justiça continuam ainda hoje. Quem desempenha o papel de guia, aqueles a quem a vida ungiu como guias, têm que ter objetivos concretos e buscar os meios específicos para alcançá-los, porque pode existir o perigo da desilusão, da amargura e da indiferença quando as expectativas não se cumprem”.

O papa fez também um apelo à esperança que nos impulsiona a ir sempre mais longe e o emprego de toda a capacidade em favor das pessoas para as quais se trabalha. “A visão ética aparece hoje como um desafio histórico sem precedentes. Temos que buscá-la e inseri-la na sociedade.”

*Com informações da Agência Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110960 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]