Vice-governador da Bahia, Otto Alencar é contra contratação de médicos estrangeiros e quer aumento de escolas de medicina

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Otto Alencar: “Médico deveria ganhar como um juiz, um desembargador, para que possa exercer sua atividade com tranquilidade e, levar ao final da vida profissional, uma aposentadoria digna”. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)
Otto Alencar: “Médico deveria ganhar como um juiz, um desembargador, para que possa exercer sua atividade com tranquilidade e, levar ao final da vida profissional, uma aposentadoria digna”. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)
Otto Alencar: “Médico deveria ganhar como um juiz, um desembargador, para que possa exercer sua atividade com tranquilidade e, levar ao final da vida profissional, uma aposentadoria digna”. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)
Otto Alencar: “Médico deveria ganhar como um juiz, um desembargador, para que possa exercer sua atividade com tranquilidade e, levar ao final da vida profissional, uma aposentadoria digna”. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)

O vice-governador da Bahia, Otto Alencar (PSD), que acumula a função de secretário estadual de Infraestrutura, disse hoje (04/07/2013), discordar da proposta do governo federal de atrair médicos estrangeiros ao país para atender a demanda por profissionais principalmente no interior.

“Não vejo carência de médicos para o governo adotar esta medida. Vejo dificuldades dos médicos de se instalarem em locais inóspitos por, muitas vezes, falta de infraestrutura. O caminho seria outro”, disse Otto, defendendo o aumento do número de escolas médicas no país, principalmente nas regiões norte e nordeste, ampliação do número de residências com boa remuneração, para ajudar na formação dos futuros profissionais, e criação de um plano de cargos e salários para contratação de médicos com bom nível salarial, a exemplo, segundo ele, do plano de cargos e salários sancionado pelo governador Jaques Wagner.

“Médico deveria ganhar como um juiz, um desembargador, para que possa exercer sua atividade com tranquilidade e, levar ao final da vida profissional, uma aposentadoria digna”, declarou Otto, que é médico de formação. Ele disse concordar com a proposta de reforma política, embora tenha destacado que a principal seja a do Código Penal, de forma a acabar com a impunidade.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112958 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]