Unidade da cervejaria Heineken em Feira de Santana passa por expansão com modernização dos equipamentos e ampliação do quadro funcional

Vista aérea da unidade Heineken de Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da unidade Heineken de Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da unidade Heineken de Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da unidade Heineken de Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)
Thaís Prohmann e Carlos Augusto. Entrevista abordou posicionamento da Heineken com relação a unidade de Feira de Santana.
Thaís Prohmann e Carlos Augusto. Entrevista abordou posicionamento da Heineken com relação a unidade de Feira de Santana.
Thaís Prohmann: “A fábrica de Feira de Santana tem contratado pessoal, e valorizado a formação dos colaboradores a partir dos estágios técnicos. Sou entusiasta da política global de consumo responsável, é uma nova visão estratégica de comunicação e posicionamento social que empolga a todos nós, colaboradores da Heineken”.
Thaís Prohmann: “A fábrica de Feira de Santana tem contratado pessoal, e valorizado a formação dos colaboradores a partir dos estágios técnicos. Sou entusiasta da política global de consumo responsável, é uma nova visão estratégica de comunicação e posicionamento social que empolga a todos nós, colaboradores da Heineken”.

A companhia cervejeira Heineken foi fundada em 1864 na Holanda. Em 2010 a empresa adquiriu no Brasil as operações e instalações da Fomentos Mexicanos S/A, firmando posicionamento em um dos principais mercados cervejeiros do mundo. Com a aquisição, a empresa passou a contar com instalações industriais em oito cidades brasileiras, distribuídas em todas as regiões do país. Uma das unidade está instalada em Feira de Santana, colocando o município no foco do planejamento estratégico global da cervejaria.

A assessora de comunicação da unidade em Heineken de Feira de Santana, Thaís Prohmann, revelou com exclusividade para o Jornal Grande Bahia, que a unidade feirense opera dentro de padrões de qualidade global da marca, ao mesmo tempo em que todos os processos produtivos estão sendo aprimorados através de investimentos, em pessoal e equipamentos.

Com 20 anos de atuação profissional ligada à indústria cervejeira, Thaís Prohmann atuou em várias empresas antes de estar na cervejaria Holandesa. Ela revela que “A Heineken é uma empresa internacional. Enquanto marca, é a mais internacional do mundo, e chega ao Brasil com importantes investimentos em tecnologia, e na formação de profissionais.”. Prohmann explica que a empresa é expert em fazer cerveja no mundo inteiro, possuindo cerca de 160 fábricas, posicionadas em diferentes países e continentes. “É uma expertise cervejeira que está sendo transmitida para os colaboradores do Brasil. Então pra gente trabalhar, hoje, sob o comando da Heineken é ter acesso a excelência em fabricação de cerveja.”, afirma.

Segundo Prohmann a matriz do grupo enxerga a unidade da Heineken em Feira de Santana como estratégica. Ela explica que “é uma unidade das mais importantes, por estar localizada no Nordeste, região que apresenta substantiva expansão econômica no país. A fábrica tem apresentado resultados excelentes em termos de produção. Ganhando prêmios da Heineken como a melhor produção, e o melhor resultado em qualidade, através da fabricação da cerveja Kaiser. Qualidade é um conceito que a Heineken tem como central na companhia, e a unidade de Feira de Santana tem correspondido neste quesito.”, finalizou.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9382 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).