Programa Natura Musical realiza oficinas em Juazeiro, Feira de Santana e Vitória da Conquista para o edital Bahia 2013

Programa Natura Musical realiza oficinas.
Programa Natura Musical realiza oficinas.
Programa Natura Musical realiza oficinas.
Programa Natura Musical realiza oficinas.

O Programa Natura Musical realiza nos dias 11, 12 e 13 de julho de 2013, respectivamente nas cidades de Juazeiro, Feira de Santana e Vitória da Conquista oficinas voltadas para artistas, pesquisadores e produtores culturais locais. Os encontros visam aumentar a expressão da cena musical dessas cidades no segundo Edital Bahia do Natura Musical, que está com inscrições abertas até o próximo dia 19, incorporando, assim, a musicalidade regional. A iniciativa realizada pela maior empresa de cosméticos do país vai destinar R$1 milhão, que serão divididos entre os projetos selecionados. As propostas devem, necessariamente, prever a produção e entrega de um produto cultural físico inédito (CDs, DVDs, livros, coletâneas, catálogos de exposições ou programações, por exemplo), com tiragens a partir de 1000 unidades.

Nas oficinas, Fabiane Pereira, do Marketing Institucional da Natura, conversará com os interessados, explicando passo a passo o processo de seleção do Natura Musical e tirando dúvidas sobre como participar de um edital de licitação cultural. Lá, o proponente terá oportunidade de enriquecer sua proposta de acordo com os critérios estabelecidos pelo programa e, consequentemente, aumentar suas chances de obter o patrocínio. As oficinas são gratuitas e abertas a todos os interessados.

Podem participar do segundo Edital Bahia pessoas físicas e jurídicas que possuam aprovação no Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural – FAZCULTURA, da Secretaria Estadual de Cultura da Bahia (SECULT). Proponentes que ainda não possuem aprovação de seu projeto na lei estadual, também podem se inscrever normalmente e terão até 16 de agosto para apresentar o comunicado de que estão aptos no FAZCULTURA. Em cada oficina, haverá também a presença de um técnico da Secretaria da Cultura, caso os participantes das oficinas tenham dúvida sobre o programa FAZCULTURA.

Esta é a segunda edição do Edital Bahia, que já patrocinou cinco projetos desde a sua criação, no ano passado. “O programa nasceu para valorizar e fomentar o cenário musical baiano, estado que responde, ao lado de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Pará, por 90% da produção musical nacional”, diz a gerente de Marketing Institucional da Natura, Karen Cavalcanti.

Criado em 2012, o edital Bahia já possibilitou a gravação do DVD “Ilê Aiyê – Bonito de se ver”, previsto para lançamento em novembro, a realização recente na Bahia do consagrado festival de documentários musicais In-Edit, a produção do primeiro CD de Russo Passapusso, músico com mais de 10 anos de carreira, e a criação de um site com as faixas do CD disponíveis para download de forma gratuita, a gravação do segundo CD solo de Marcella Belas, assim como seu lançamento em shows e a gravação de um videoclipe, previstos para o segundo semestre, e a turnê nacional de Marcia Castro, outro grande talento baiano que lançou o CD “De pés no chão” no ano passado e agora viaja o Brasil, mostrando canções novas e releituras de clássicos.

OFICINAS DO EDITAL BAHIA 2013 – NATURA MUSICAL

JUAZEIRO

Data e horário: 11/7, quinta às 19h

Local: Centro de Cultura João Gilberto

Endereço: Rua José Petininga, s/n, Santo Antônio

FEIRA DE SANTANA

Data e horário: 12/7, sexta às 18h30

Local: Centro de Cultura Amélio Amorim

Endereço: Av. Presidente Dutra, 2222, Capuchinhos

VITÓRIA DA CONQUISTA

Data e horário: 13/7, sábado às 14h30

Local: Centro de Cultura Camilo de Jesus Lima

Endereço: Av. Rosa Cruz, nº 45 – Candeias

SOBRE O PROGRAMA NATURA MUSICAL

O Natura Musical é o programa da Natura de apoio à música brasileira, que atua por meio de diferentes frentes, como os Editais Públicos, que visam selecionar projetos de diferentes formatos e estágios da produção cultural por meio das Leis Rouanet e do Audiovisual em todo o Brasil, e da Lei do ICMS em Minas Gerais, Bahia e no Pará; e os Festivais Natura Musical. Lançado em 2005, o Programa beneficiou projetos de diferentes estágios e processos da música brasileira patrocinando mais de 200 projetos em todas as edições de edital público e seleção direta. Ao todo, 18 estados das cinco regiões do Brasil foram contemplados e quase 800 mil pessoas beneficiadas. Saiba mais no portal www.naturamusical.com.br ou nas redes sociais do programa no Facebook, Twitter e Youtube.

SOBRE A NATURA

Fundada em 1969, a Natura é a maior fabricante brasileira de cosméticos e produtos de higiene e beleza e líder no setor de venda direta no Brasil, com uma receita líquida anual superior a R$ 6,3 bilhões.  A companhia conta com quase 7 mil colaboradores, que atuam nas operações do Brasil, Argentina, Chile, México, Peru, Colômbia e França. A paixão pelas relações fez a companhia adotar a venda direta como modelo de negócios e atualmente reúne mais de 1,5 milhão de consultoras, que disseminam a proposta de valor da empresa aos consumidores.

 A Natura acredita na inovação como um dos pilares para o alcance de um modelo de desenvolvimento sustentável. No ano passado, destinou R$ 158,9 milhões em inovação e lançou 104 itens. Este investimento fez com que a empresa atingisse um índice de inovação, percentual da receita proveniente de produtos lançados nos últimos dois anos, de 67,2%. Por conta da atuação consistente ao longo de anos num comportamento empresarial alinhado com a sustentabilidade, a Natura foi eleita, pelo segundo ano consecutivo, como a segunda empresa mais sustentável do mundo – e primeira do hemisfério sul – no ranking Global 100, da organização canadense Corporate Knights.

Leia +

Programa Natura Musical Edital Bahia 2013 recebe inscrições

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9615 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).