Prefeitura de Salvador agradece a compreensão dos servidores públicos ao encerram greve

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
ACM Neto agradece compreensão do funcionalismo. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)
ACM Neto agradece compreensão do funcionalismo. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)
ACM Neto agradece compreensão do funcionalismo. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)
ACM Neto agradece compreensão do funcionalismo. (Foto: Carlos Augusto, Jornal Grande Bahia)

Os servidores públicos municipais aceitaram a proposta de reajuste salarial da Prefeitura de Salvador e encerraram a greve. O secretário de Gestão, Alexandre Pauperio, após cerca de 120 horas de negociações com os representantes sindicais, convocou em carta aberta os servidores a retomarem suas atividades. Com base nas perdas inflacionárias, a proposta fixa o reajuste em 6,59% escalonado, sendo 2% retroativos a maio e o complemento em novembro deste ano.

A proposta final da Prefeitura também garante conceder o reajuste da gratificação de competência nas mesmas bases do reajuste salarial e o abono de R$ 100, a partir de setembro, para os agentes de copa e cozinha. Para os agentes comunitários de saúde e os agentes de combate às endemias, adicional ao reajuste salarial para as demais categorias, foi proposto o incremento de 2,5% no vencimento base em novembro/2013 sem alteração na Gratificação SMS.

Adicionalmente, o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos será elaborado neste semestre para implantação em 2014, além da discussão do novo Plano Operacional da Guarda Municipal de Salvador, que tem reunião agendada para o próximo dia 12. O pagamento dos salários será realizado a partir da compensação das horas não trabalhadas em modelo a ser definido pela secretaria.

A demanda histórica da assistência à saúde do servidor municipal será atendida de imediato a partir da definição do modelo a ser implantado. As discussões sobre esse item da pauta serão retomadas no próximo dia 10 na Mesa Permanente de Negociação.

“Agradecemos a compreensão dos servidores neste momento em que a Prefeitura passa por limitações. Defendemos que é fundamental avançarmos de modo sustentável para termos uma equipe animada, motivada, capacitada e com condições de trabalho adequadas para o desempenho de suas funções. Isso será decisivo e juntos vamos retomar o orgulho da população para a melhoria da qualidade de vida em nossa cidade. Esse é nosso grande desafio”, afirmou Pauperio.

O secretário salientou ainda que a administração expôs em todo o processo de negociação os limites existentes na administração pública. “Devemos respeitar as limitações financeiras e orçamentárias deste momento da Prefeitura sob pena de deixarmos de honrar compromissos, o que não interessaria a ninguém”, explicou.

Sobre Carlos Augusto 9652 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).