População debate urbanização da Avenida Nóide Cerqueira em Feira de Santana

Debate foi liderado pelo deputado estadual José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT).
Debate foi liderado pelo deputado estadual José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT).
Debate foi liderado pelo deputado estadual José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT).
Debate foi liderado pelo deputado estadual José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT).

O mandato do deputado estadual José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT), líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, realizou na manhã desta sexta-feira (19/07/2013) uma Audiência Pública com a finalidade de discutir com a sociedade feirense, esclarecer dúvidas sobre a execução do projeto e apresentar o andamento das obras da Avenida Nóide Cerqueira, que será a principal ligação entre a Avenida Getúlio Vargas e a BR-324. A nova via compreende 8,1 km de pista dupla pavimentada, com três faixas cada, canteiro central, passeios laterais, ciclovia, iluminação pública, sinalização e paisagismo, com investimento do Governo do Estado de cerca de R$ 26 milhões.

A mesa do evento, realizado na Associação Comercial de Feira de Santana, foi composta pelo próprio Zé Neto, juntamente com o diretor da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) Ubiratan Cardoso; o subsecretário da Secretaria estadual de Agricultura (Seagri) Jairo Carneiro; Cauby Manleo Junior representando a TOP Engenharia; o superintendente da Sumob, Jorge Humberto; Ivan Carrera representando a ATP Engenharia e o diretor da 3ª Ciretran, Silvio Dias.

“A conclusão das obras, com previsão para fevereiro de 2014, vai proporcionar melhoria no sistema viário urbano de Feira, favorecendo sua economia, proporcionando ganhos e facilidade para quem trafega na cidade”, salientou Zé Neto.

Para ele, as audiências públicas são uma forma de legitimar as decisões do Governo trazendo para o cenário social resoluções muito mais consistentes e exitosas. O parlamentar relembrou que outros quatro encontros de mesmo teor aconteceram para tratar do assunto, e considerou que esses debates foram de extrema importância, uma vez que depois dos diálogos houve modificações do projeto. “A primeira audiência ocorreu quando tomamos conhecimento da existência de uma planta baixa, que no traçado existia uma grande curva que ocasionaria na desapropriação de 76 famílias. Na oportunidade, levamos pra alguns técnicos do Estado que descobriram a possibilidade de ter uma linha reta, diminuindo o impacto e resultando em uma avenida com a dimensão de 2,7 km de reta”, disse.

Segundo Ubiratan Cardoso, diretor da Conder, a obra se encontra a 300 metros da BR-324 e a previsão é que viadutos sejam construídos na área. “A Conder está desenvolvendo projetos para a interseção da BR-324 com a Nóide Cerqueira, já que terá um fluxo de veículos bastante significativo. A previsão é que seja construído um complexo de viadutos naquela área. A Conder está realizando projetos para viabilizar a construção desses viadutos”, disse.

De acordo com o diretor um dos focos da instituição é diminuir os problemas da mobilidade urbana. “Com a conclusão da Nóide, faremos um ‘masterplan’, que é um estudo detalhado de toda área para que não haja um crescimento desordenado, uma vez que a avenida cortará a zona rural, composta de chácaras e pequenas propriedades”, adiantou.

Novas artérias

De acordo com Zé Neto, um estudo está sendo realizado para que haja uma ampliação de artérias no entorno da nova avenida. “Com o aval do governador Jaques Wagner, está sendo estudada a possibilidade de reestruturação de algumas vias, com o objetivo de desafogar a Avenida Artêmia Pires, que se torna um gargalo em horários de pico”, revelou.

Na oportunidade, Ubiratan Cardoso disse que Feira de Santana vem experimentando um crescimento econômico semelhante ao da China. “Nessa região da Nóide e da Artêmia Pires, por exemplo, há um grande nível de crescimento populacional, com a ampliação de cerca de 60 mil habitantes devido à implantação de empreendimentos privados e do Programa Minha Casa Minha Vida”, exemplificou.

Criação do Parque da Cidade na Lagoa Salgada

No entorno da Nóide Cerqueira está situada a Lagoa Salgada, que está sendo revitalizada com a construção da avenida. “Toda água da chuva está sendo direcionada para a Lagoa Salgada. Na última vez que estive acompanhando as obras me emocionei ao olhar para a Lagoa, ver um grande espelho d’água e Feira de Santana ao fundo”, declarou o líder do governo.

Ubiratan Cardoso disse que não tinha noção da dimensão da Lagoa, que tem apenas 100 metros de diâmetro a menos do que o Dique do Itororó, em Salvador. “Debates como este trazem idéias, e eu apoio a possibilidade de criação de um parque com pista de Cooper e ciclovias no entorno da lagoa, e praças com quiosques e equipamentos esportivos ao longo dela”, afirmou.

Ciclovias

Jorge Humberto, da Sumob, explicou como será o tráfego de bicicletas na avenida. Segundo o dirigente, haverá ciclofaixas, com blocos de proteção de concreto e placas sinalizadas, nos moldes de como acontece na praia de Jardim de Alah, na capital.

Dados do tráfego na cidade

Silvio Dias, coordenador da 3ª Ciretran, citou que Feira de Santana tem uma característica peculiar por ser o maior entroncamento rodoviário do Nordeste. “Para se ter uma ideia, Feira de Santana hoje tem uma frota de 263 mil veículos. A Bahia, em 1990, tinha uma frota de 478 mil veículos; hoje tem uma frota de 3,1 milhões. A cidade além de ter essa frota regional, veículos das redondezas acabam passando por aqui, e a cidade acaba sofrendo com grandes congestionamentos em vários pontos, com maior incidência no Anel de Contorno”, explanou.

O coordenador apresentou dados da Ciretran que revelam que Feira conta atualmente com 84 mil motocicletas, 137 mil automóveis, isso sem contar os veículos que não estão registrados, como os ciclomotores.

“Em um trecho de cinco quilômetros, do Parque de Exposições (Km 532) até o viaduto do Cajueiro (km 518), passam 40 mil veículos diariamente, de acordo com os dados do pedágio da Via Bahia. Com a Nóide Cerqueira, o fluxo vai diminuir muito nessa região. Está aí um dado que comprova a importância dessa obra para a cidade”, pontuou Silvio.

Debates

Após a apresentação do projeto, o público presente fez considerações e sugestões, todas anotadas por Zé Neto e equipe, para serem avaliadas e encaminhadas aos órgãos competentes.

Respondendo a um dos questionamentos, o deputado reafirmou que as obras da avenida não estão paradas, tendo havido apenas uma diminuição do ritmo, uma vez que as obras de terraplanagem não podem ser feitas no período das chuvas. No entanto, obras de passeios e canteiros, bem como desmatamento de áreas que já foram desapropriadas, estão sendo executadas com excelência.

Outras intervenções

O projeto com todos os elementos técnicos das Avenidas Ayrton Senna, Itatiaia e Iguatemi deverá ser concluído nós próximos 60 dias, quando o Governo do Estado deverá investir cerca de 25 milhões de reais. “As três avenidas juntas somam 11 quilômetros de vias, que vai do cruzamento das avenidas Ayrton Senna com a Eduardo Fróes da Mota até o cruzamento com a Avenida Sérgio Carneiro”, salientou Ubiratan da Conder.

Presentes

O evento ainda contou com a participação de técnicos da ATP Engenharia, da Conder, da TOP Engenharia, de representantes dos órgãos do Governo do Estado, de vereadores, imprensa e moradores da região.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108924 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]