Instalação de três novas indústrias vai gerar mais de 1.200 empregos no sudoeste baiano

Governador Jaques Wagner assina protocolo para indústrias.
Governador Jaques Wagner assina protocolo para indústrias.
Governador Jaques Wagner assina protocolo para indústrias.
Governador Jaques Wagner assina protocolo para indústrias.

A instalação de uma unidade industrial da empresa catarinense Lia Line para fabricação de calçados femininos, em Itororó, no sudoeste baiano, vai gerar 900 empregos diretos. O protocolo de intenções foi assinado nesta sexta-feira (19/07/2013), no centro industrial do município, pelo governador Jaques Wagner e representantes da empresa. Estiveram presentes os secretários da Casa Civil, Rui Costa, e da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia.

Segundo o governador, a nova fábrica vai reforçar o setor de calçados na região de Itapetinga, revitalizando a economia prejudicada com a redução das atividades da Azaléia/Vulcabrás. “Estamos reagindo ao fato de a Azaléia ter diminuído suas atividades e trabalhamos para o aproveitamento dos galpões e a mão de obra já qualificada na indústria de calçados”.

A fábrica da Lia Line conta com investimentos de R$ 6,7 milhões, faturamento anual de R$ 66 milhões e capacidade de produção de três milhões de pares por ano. A unidade vai ocupar dois galpões do Centro Industrial de Itororó alugados pelo Estado e que estavam cedidos à Azaléia.

Ainda em Itororó, Wagner assinou outros dois protocolos que oficializam a instalação imediata de fábricas em Itapetinga e Firmino Alves. Em Itapetinga, será instalada a Ella Indústria e Confecções, que vai produzir blusas, vestidos e bermudas, gerando 200 empregos, com investimentos de R$ 2,2 milhões. Já na cidade de Firmino Alves, serão investidos R$ 2 milhões para a construção da fábrica Mastic – Indústria e Comércio de Artefatos Plásticos, abrindo 120 novos postos de trabalho.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9382 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).