Governo do Bahia e centrais sindicais fazem rodada de diálogo sobre o país

Jaques Wagner promoveu o primeiro de uma série de encontros que terá com segmentos da sociedade civil para debater a atual situação do país.
Jaques Wagner promoveu o primeiro de uma série de encontros que terá com segmentos da sociedade civil para debater a atual situação do país.
Jaques Wagner promoveu o primeiro de uma série de encontros que terá com segmentos da sociedade civil para debater a atual situação do país.
Jaques Wagner promoveu o primeiro de uma série de encontros que terá com segmentos da sociedade civil para debater a atual situação do país.

O governador Jaques Wagner promoveu na tarde deste sábado (06/07/2013) o primeiro de uma série de encontros que terá com segmentos da sociedade civil para debater a atual situação do país. Ele recebeu na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, representantes das centrais sindicais e associações profissionais.

Estiveram representadas a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT), Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST), Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab), Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar (Fetraf), Sindicato dos Médicos (Sindmed), Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Durante o encontro, que durou cerca de duas horas, os trabalhadores apresentaram suas análises sobre as reivindicações populares que vêm acontecendo no Brasil e na Bahia, fizeram sugestões e reivindicações. O governador falou sobre o que vem sendo feito no sentido de atender as demandas da sociedade e buscar a melhoria da qualidade de vida da população.

Para a presidente da Força Sindical na Bahia, Nair Goulart, “foi um momento importante para fazer uma reflexão, trocar ideias e informações”. Já o presidente da CUT, Cedro Silva, avaliou a reunião como positiva. “Saímos com a sensação que o governo está atento e agindo para atender o que o povo quer”.

“Nossa ideia é aprofundar esse diálogo e vamos ter encontro com os setores empresariais, organizações sociais de modo geral, com o movimento acadêmico, segmentos religiosos, tudo isso também com o objetivo de retomar o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Bahia”, garantiu o secretário de Relações Institucionais, Cézar Lisboa.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9609 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).