Artistas e produtores farão encontro para tentar salvar Teatro Jorge Amado

Artistas e produtores culturais farão encontro para discutir a situação do Teatro Jorge Amado, que poderá ser leiloado no final do ano por conta de uma dívida com o Desenbahia.
Artistas e produtores culturais farão encontro para discutir a situação do Teatro Jorge Amado, que poderá ser leiloado no final do ano por conta de uma dívida com o Desenbahia.
Artistas e produtores culturais farão encontro para discutir a situação do Teatro Jorge Amado, que poderá ser leiloado no final do ano por conta de uma dívida com o Desenbahia.
Artistas e produtores culturais farão encontro para discutir a situação do Teatro Jorge Amado, que poderá ser leiloado no final do ano por conta de uma dívida com o Desenbahia.

Artistas e produtores culturais farão na próxima terça-feira (23/07/2013), às 19h, um encontro para discutir a situação do Teatro Jorge Amado, que poderá ser leiloado no final do ano por conta de uma dívida com o Desenbahia. Hoje (19), o presidente da Comissão de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Câmara Municipal de Salvador, vereador Tiago Correia (PTN), que tem se mobilizado politicamente para evitar o leilão, se encontra com técnicos do Desenbahia para debater a questão.

Além do encontro da próxima terça, várias outras ações estão sendo organizadas para manter o teatro aberto. Uma audiência pública vai ser agendada nos próximos dias pelo vereador o presidente do Desenbahia, Luiz Petitinga, que acumula o cargo de secretário da Fazenda do estado, com o objetivo de encontrar uma solução para o problema. A audiência vai acontecer no próprio Jorge Amado. E tem mais: a cantora Daniela Mercury já se colocou à disposição para fazer um show visando ajudar o teatro, inaugurado em 1997 e palco de mais de 3,7 mil apresentações, com atração de um púbico estimado em um milhão de pessoas.

“O objetivo é buscar o apoio de toda a sociedade baiana e sensibilizar o governo do estado sobre a importância de se manter aberto este que é um importante equipamento cultural da nossa cidade. Acredito que vamos conseguir evitar que o leilão aconteça”, afirmou Tiago Correia.

O vereador lembrou que, em 2011, o Desenbahia assinou com o Tribunal de Justiça da Bahia um Termo de Cessão de Uso, com opção de compra, referente ao imóvel do antigo Curso de Inglês Universal English Course (UEC), situado na Pituba, onde funciona o Teatro Jorge Amado. O curso contratou, em 1995, operação de financiamento com o antigo Desenbanco para construção de sua sede própria na Pituba.

Com a extinção do órgão, as operações de financiamento passaram à responsabilidade Desenbahia. A garantia para o financiamento foi à própria sede do UEC. Em 2002, o curso tornou-se inadimplente, obrigando a Desenbahia a ajuizar ação de execução objetivando a recuperação do crédito.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9305 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).