Vereador feirense Pablo Roberto critica política de transporte público da administração de Ronaldo

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Pablo Roberto: “Como se isso fosse a resolução de todos os problemas que a população feirense enfrenta com a precariedade do serviço que hoje é prestado”
Pablo Roberto: “Como se isso fosse a resolução de todos os problemas que a população feirense enfrenta com a precariedade do serviço que hoje é prestado”
Pablo Roberto: “Como se isso fosse a resolução de todos os problemas que a população feirense enfrenta com a precariedade do serviço que hoje é prestado”
Pablo Roberto: “Como se isso fosse a resolução de todos os problemas que a população feirense enfrenta com a precariedade do serviço que hoje é prestado”

Na manhã desta quarta-feira (19/06/2013), o vereador Pablo Roberto (PT) voltou a criticar o sistema de transporte coletivo urbano de Feira de Santana. Segundo ele, a tarifa do transporte público é alta e as condições dos veículos não agradam os usuários.

O petista comentou a nota da Prefeitura, intitulada “Tarifa de ônibus congelada”, onde o prefeito José Ronaldo anuncia que este ano não haverá reajuste da passagem do transporte urbano em Feira de Santana.

“Como se isso fosse a resolução de todos os problemas que a população feirense enfrenta com a precariedade do serviço que hoje é prestado”.

Pablo argumentou que recentemente foi publicada a medida provisória 617, do Governo Federal que zera as alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), que pretende auxiliar as prefeituras a reduzir ou fazer reajustes menores nas tarifas de transporte público.

“Até agora as empresas de ônibus de Feira de Santana não se posicionaram com relação à redução da tarifa, e o Governo Municipal ainda não cobrou delas essa ação”, disse.

Em sua opinião, o prefeito José Ronaldo deveria discutir com a Câmara Municipal uma política de isenção de tributos municipais para que a tarifa do transporte coletivo urbano seja reduzida. Segundo ele, com o valor de R$ 2,50, Feira de Santana está entre as cidades que têm tarifa de ônibus mais cara do país.

Em aparte, o vereador José Carneiro (PSL) afirmou que a redução da tarifa do transporte coletivo urbano anunciada por alguns municípios brasileiros não está acontecendo em virtude da medida provisória 617, do Governo Federal. “Eles estão reduzindo as passagens por conta das manifestações”.

Na oportunidade, o edil Edvaldo Lima (PP) salientou que o maior reajuste na tarifa do transporte urbano aconteceu na capital do estado de São Paulo, que é administrada pelo prefeito petista Fernando Haddad. “O aumento começou lá e se entendeu para outras cidades do país”, pontuou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113566 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]