Torcedor terá ônibus especiais para jogos da Copa das Confederações em Salvador

Entidades e representantes da sociedade civil são contra o projeto de ampliação do aeroporto Luís Eduardo Magalhães. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Entidades e representantes da sociedade civil são contra o projeto de ampliação do aeroporto Luís Eduardo Magalhães. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)

Quem for ao Estádio da Fonte Nova, para os jogos da Copa das Confederações, em Salvador, terá um esquema especial de ônibus, pois o acesso ao local estará controlado por exigência da Federação Internacional de Futebol (Fifa). Ontem (sexta-feira, 14/06/2013), a prefeitura anunciou que, além dos ônibus das linhas convencionais, os torcedores contarão com veículos especiais preparados com o tema do evento.

O tráfego das linhas de ônibus convencionais será alterado até o dia 5 de julho, e nos dias de jogos funcionará em programação de feriado. Os ônibus especiais já estão operando e nos dias de jogos, eles trafegarão das 6h às 23h, com frequência de 30 minutos, em linhas estratégicas, como a que liga o aeroporto ao bairro de Campo Grande. Do aeroporto também sairão ônibus especiais com destino à Fonte Nova.

A Copa das Confederações começa hoje (15/06/2013) com jogo entre o Brasil e o Japão, no Estádio Nacional de Brasília/Mané Garrincha, na capital federal. A partida está prevista para começar às 16h, mas antes haverá uma cerimônia de abertura da competição da Fifa.

Fifa orienta torcedor sobre conduta dentro dos estádios 

Quem for assistir ao jogo entre México e Itália no domingo (16), no Maracanã, deve ficar atento aos documentos exigidos na entrada e às regras de comportamento da Federação Internacional de Futebol (Fifa), dentro do estádio. Uma lista de orientações foi preparada para garantir segurança durante a Copa das Confederações, que começa hoje, sábado (15).

Além do ingresso serão cobrados, em todos os jogos, documentos de identidade, carteirinha de estudante e atestado médico – no caso de pessoas obesas ou com deficiência, para comprovar o direito ao benefício. O ingresso deve ter sido emitido no nome da pessoa que vai assistir ao jogo.

Antes de entrar, o torcedor vai passar por uma revista, para impedir a entrada de armas, garrafas, copos, canecas ou latas, isopores ou caixas térmicas. Comida e bebida só podem ser adquiridos dentro do Maracanã e não será permitdo fumar dentro do estádio.

Também é proibido levar banquinhos, escadas, líquidos em geral (mesmo água) e bandeiras maiores que 2 metros (m) por 1,5m, além de fogos de artifício, sinalizadores, laser, spray e instrumentos musicais, como buzinas e megafones.

A lista de orientações da Fifa recomenda que os torcedores fiquem atentos ao assento indicado no ingresso, pois não poderão trocar de lugar, nem ficar de pé nas cadeiras. Não serão tolerados xingamentos racistas, xenofóbicos ou que estimulem qualquer tipo de discriminação. Promover mensagem política, ideológica ou de qualquer causa beneficente também é proibido.

A Fifa recomenda que o torcedor chegue cedo e, de preferência, utilize o transporte público para ir ao estádio, lembrando que o metrô será gratuito para quem tiver ingressos. O torcedor deve prestar atenção à estação mais próxima de seu portão de entrada. As ruas no entorno do Maracanã estarão fechadas para os carros.

Sobre Carlos Augusto 9514 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).