Presidente da Câmara de Feira de Santana recebeu pauta de reivindicações dos manifestantes

Justiniano Oliveira França afirmou que não se sente intimidado com as ameaças de João Borges. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)
Justiniano Oliveira França afirmou que não se sente intimidado com as ameaças de João Borges. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

Um grupo de manifestantes de Feira de Santana esteve, na manhã desta quinta-feira (27/06/2013), na galeria da Câmara Municipal para reivindicar melhorias dos serviços públicos, entre eles, o sistema de transporte coletivo urbano da cidade. O manifesto ocorreu durante a sessão especial, que debateu a doença falciforme.

Após a sessão especial, o presidente do Legislativo feirense, Justiniano França, convocou uma reunião com os manifestantes e escutou atentamente suas reivindicações e, em seguida, se pronunciou sobre o assunto.

A reunião aconteceu na galeria da Casa Legislativa e contou também com a presença de profissionais de imprensa e dos vereadores Beldes Ramos (PT), Isaías de Diogo (PPS) e José Carneiro (PSL).

Além de reivindicar sobre o transporte público, os manifestantes solicitaram que fosse suspenso o recesso parlamentar. A Câmara entra em recesso em 1º de julho retomando as atividades em 5 de agosto. Os manifestantes argumentaram que, devido à onda de manifestações no Brasil, este não é o momento dos edis entrarem em recesso.

Pauta de reivindicações

A pauta de reivindicações do movimento Vem Pra Rua FSA contém 13 itens: redução da tarifa; aumento da frota de ônibus e das vans alimentadoras dos terminais;  fim do monopólio do serviço de transporte em Feira de Santana;  CPI do transporte público; construção de ciclovias na cidade; reformulação do Conselho de Transporte; reformulação das linhas de ônibus.

O movimento luta também por uma melhor acessibilidade em Feira de Santana; implementação da meia passagem em dinheiro nos ônibus; pavimentação das principais vias dos bairros periféricos da cidade em caráter de urgência; publicidade e fiscalização dos horários das linhas de ônibus; fim das limitações na meia passagem de ônibus e passe livre”.

Em resposta as propostas dos manifestantes, o presidente Justiniano França explicou que a Comissão de Obras, Urbanismo e Infraestrutura da Câmara decidiu que neste período de recesso estará dando encaminhamento às questões do transporte urbano.

O vereador disse ainda que acompanhará o trabalho da Comissão e estará sempre ouvindo as colocações do movimento. “Independentes de recesso ou não, a Comissão vai estar à disposição do movimento e podemos até agendar reuniões, se houver necessidade”, disse.

Sobre o recesso, Justiniano afirmou que não será interrompido. Ele explicou que esse período consta no Regimento Interno da Casa, só poderia ser alterado com apresentação de um projeto de lei.

Apesar do recesso, os estudantes propuseram que fosse realizada uma audiência pública com os vereadores. Justiniano ressaltou que as audiências são de responsabilidade das comissões.

Ficou decidido entre os manifestantes e o presidente que na próxima quarta-feira (3) haverá uma nova reunião na Câmara. Também está previsto para acontecer uma reunião ampla  com a participação de membros da Comissão de Obras, Urbanismo e Infraestrutura, na sexta-feira (5).

Tapumes na Câmara

O presidente do Legislativo feirense fez questão de esclarecer mais uma vez que a colocação dos tapumes nas vidraças da Casa da Cidadania, no dia 20 do mês corrente, data em que ocorreu uma grande manifestação em Feira de Santana, foi uma decisão pessoal dele.

“Se deu exatamente por conta das manifestações que estão ocorrendo em todo o Brasil. Pessoas que estão infiltradas no movimento danificaram patrimônios públicos e, por conta disso, nós entendemos que poderia acontecer também aqui em Feira de Santana”, argumentou.

Leia +

Em protesto, juventude vai as Ruas de Feira de Santana e chama prefeito José Ronaldo de ditador

Em protesto contra o atual sistema de transporte público, população promete ir às ruas de Feira de Santana 

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9387 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).