Greve dos funcionários da prefeitura de Salvador é mantida e governo emite nota

Funcionários públicos de Salvador mantêm greve.
Funcionários públicos de Salvador mantêm greve.
Funcionários públicos de Salvador mantêm greve.
Funcionários públicos de Salvador mantêm greve.

Prefeitura e servidores marcam reunião para discutir nova proposta de reajuste 

Os servidores municipais de Salvador se reuniram, mais uma vez, em assembleia nesta quarta-feira (26/06/2013), no Ginásio de Esportes dos Bancários, nos Barris, para definir os rumos da greve que já passa de 15 dias. A maioria optou por manter a greve e outro encontro foi marcado para esta sexta-feira (28), às 9h, em frente à Prefeitura, onde, às 11h, ocorrerá uma reunião de representantes da categoria com a gestão municipal.

Depois de caminharem dos Aflitos até à Praça Municipal, os servidores protestaram em frente à Prefeitura e pediram uma audiência com o prefeito ACM Neto para tentar dar fim ao impasse em relação às reivindicações da categoria. Quatro representantes do movimento foram atendidos pelo assessor geral de Comunicação da Prefeitura, Roberto Messias, que agendou a reunião com representantes do poder municipal que ocorrerá nesta sexta-feira.

O Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps) apresentará na reunião, depois de aprovada em assembleia, uma contraproposta ao reajuste oferecido pela Prefeitura, que foi de 2% retroativo a maio e 4,59% em novembro. “Essa nossa luta é para conquistarmos um reajuste que cubra a inflação e nos dê ganho real, e as diversas demandas que são essenciais para desenvolvermos o nosso trabalho com eficiência e dignidade”, destacou o diretor do Sindseps, Bruno Cruz.

Também ficou acertado na assembleia que os servidores participarão da manifestação “Passe Livre” amanhã, às 14h, no Campo Grande, e que farão piquetes diariamente na frente dos principais órgãos da Prefeitura.

Prefeitura de Salvador emite nota sobre a greve dos servidores municipais

A Prefeitura Municipal de Salvador chegou ao limite na proposta de reajuste salarial para os servidores públicos equilibrando o que foi pedido pelas categorias com o que a administração pode conceder tendo em vista o momento de reequilíbrio financeiro do município. O reajuste oferecido foi de 6,59% escalonado, sendo 2% retroativos a maio e 4,59% em novembro/13.

O diálogo com as categorias é permanente e desde os primeiros dias da gestão já foram somadas 100 horas de conversa com os diversos sindicatos e associações que representam os servidores. Por isso, após a assembleia dos servidores na manhã desta quarta-feira (26), o Secretário de Gestão, Alexandre Pauperio, assumiu o compromisso de receber novamente os representantes do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps) nesta sexta-feira (28) às 11h na Prefeitura.

Mesa Permanente de Negociação

Pauperio reafirma o compromisso em continuar dialogando com os servidores. “Nossa intenção é avançar nas negociações sobre os 119 itens da pauta de reivindicações no segundo semestre para melhorarmos cada vez mais os serviços oferecidos à cidade. Vamos resolver as demandas a curto e longo prazos, neste momento a proposta da Prefeitura é prometer aquilo que podemos honrar, sem comprometer o presente e o futuro da cidade.”

As reuniões da Mesa Permanente de Negociação serão retomadas no próximo dia 10 quando os itens da pauta serão debatidos, a exemplo da implantação do novo mecanismo de assistência médica, demanda histórica dos servidores públicos.

Sobre Carlos Augusto 9448 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).