Deputado Zé Neto critica administração do prefeito José Ronaldo e diz que vereadores feirenses que votarem no aumento da taxa de iluminação pública estão contra o povo

Deputado Zé Neto explica que aumento proposto pelo prefeito de Feira faz pular de 10% para até 20% o valor da CIP na conta de energia; Com mudança, toda vez que tarifa for reajustada, pesará muito mais no bolso da população.
Deputado Zé Neto explica que aumento proposto pelo prefeito de Feira faz pular de 10% para até 20% o valor da CIP na conta de energia; Com mudança, toda vez que tarifa for reajustada, pesará muito mais no bolso da população.
Deputado Zé Neto explica que aumento proposto pelo prefeito de Feira faz pular de 10% para até 20% o valor da CIP na conta de energia; Com mudança, toda vez que tarifa for reajustada, pesará muito mais no bolso da população.
Deputado Zé Neto explica que aumento proposto pelo prefeito de Feira faz pular de 10% para até 20% o valor da CIP na conta de energia; Com mudança, toda vez que tarifa for reajustada, pesará muito mais no bolso da população.

O deputado estadual Zé Neto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa, usou a tribuna da Casa nesta quarta-feira (05/06/2013) para criticar o projeto de Lei enviado pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho (DEM) à Câmara feirense, referente ao reajuste da taxa de iluminação pública embutida na conta de energia.

Para ele, os vereadores devem se unir para derrubar o novo valor, classificado como abusivo pelo parlamentar. “Os vereadores que votarem no aumento de 100% na taxa de iluminação estarão contra o povo”, conclamou.

O Projeto de Lei nº 019/2013 dispõe sobre o Custeio do Serviço da Iluminação Pública (CIP) e a faz crescer em até 100% (de 10% passa para 15% ou 20% de reajuste). Ele classificou a postura do prefeito como retrógrada e irresponsável. “José Ronaldo está na contramão de Feira de Santana. De repente, de um ano para o outro, as pessoas vão pagar 100% nessa taxa!”, disparou Zé Neto, e completou: “O aumento geral está em torno de 100% do percentual, o que já é algo extremamente absurdo porque, em verdade, já há um reajustamento da taxa de iluminação pública na medida em que os reajustes da tarifa são auferidos”.

Em contrapartida, o líder do governo lembrou que “há um movimento estadual e nacional para desonerar a população e desonerar o comércio e a indústria”.

“Essa medida é extremamente insensata e demonstra a fragilidade administrativa e de captação de recursos do município. Se a prefeitura está passando dificuldade, ele tem que assumir de onde vem essa dificuldade. Inclusive, o governo passado, ligado na maioria do tempo ao grupo que ele fazia parte, e que deixou o município em dificuldade, cabe agora resolver essa situação difícil e não colocar o preço nas costas da população”, provocou.

Ao final do discurso, Zé Neto citou algumas iniciativas dos governos estadual e federal que demonstram a tentativa de dar conforto financeiro à população. “O governo desonerou a CIDE, que é o imposto sobre os combustíveis, está desonerando a energia elétrica; na Embasa, temos a extinção de ICMS; na cadeia de alimentos, com a cesta básica, também há desoneração, e, enquanto isso, Feira age em total dissonância com tudo que está sendo feito, inclusive com o aumento arbitrário do IPTU, de forma muito acima da inflação”, completou.

Confira imagens

Loading Images
wpif2_loading
Zé Neto
Projeto de aumento da taxa de iluminação enviado pela PMFS, em 2013
Projeto de aumento da taxa de iluminação enviado pela PMFS, em 2013.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111156 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]