Deputado Carlos Gaban afirma que greve dos servidores municipais de Salvador tem motivação política

Carlos Gaban: “Essa chantagem acaba prejudicando é a população de Salvador”
Carlos Gaban: “Essa chantagem acaba prejudicando é a população de Salvador”
Carlos Gaban: “Essa chantagem acaba prejudicando é a população de Salvador”
Carlos Gaban: “Essa chantagem acaba prejudicando é a população de Salvador”

Na sessão plenária desta terça-feira (11/03/2013), na Assembleia Legislativa, o deputado Carlos Gaban afirmou que, assim como nos sindicatos dos servidores estaduais, os representantes dos funcionários municipais possuem relações políticas com o PT e PCdoB e que o movimento grevista visa desestabilizar a administração do prefeito ACM Neto. “Essa chantagem acaba prejudicando é a população de Salvador”, disse o parlamentar.

Gaban lembrou que os sindicatos não se mobilizaram para cobrar do Governo do Estado o reajuste salarial das categorias, que deveria ter sido concedido em janeiro e só foi dado em maio, e que acataram um valor abaixo da inflação do período, sem greve e reclamações. “A chantagem que eles não fizeram com o governador com sete anos de gestão vão fazer com o prefeito que tem apenas seis meses e pegou uma prefeitura falida?”, questionou.

De acordo com o deputado, ACM Neto encontrou um orçamento superestimado em R$ 500 milhões, além de um déficit total de mais de R$ 3 bilhões, mas tem mostrado “maturidade” e “trabalhado sem reclamar” para solucionar os problemas, inclusive, buscando dialogar com o governador.

“Eu tenho que parabenizar a Câmara dos Vereadores por ter aprovado a reforma tributária proposta pelo prefeito que vai permitir que, a partir de 2016, a prefeitura de Salvador caminhe com as próprias pernas”, elogiou Gaban.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9394 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).