Avicultores debatem situação da cadeia produtiva de frango, durante evento no CIS, em Feira de Santana

Líder do governo Wagner participa de reunião com avicultores.
Líder do governo Wagner participa de reunião com avicultores.
Líder do governo Wagner participa de reunião com avicultores.
Líder do governo Wagner participa de reunião com avicultores.

O deputado estadual Zé Neto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa, participou nesta quinta-feira (13/06/2013) de uma reunião com Benedito Batista, presidente da AIAVE Bahia (Associação dos Produtores Integrados em Avicultura da Bahia), e representantes da cadeia produtora de frango de 20 municípios. O encontro, realizado no auditório do Centro Industrial Subaé (CIS), discutiu a situação da avicultura no estado após a venda da Seara para o grupo JBS, maior empresa processadora de carnes do mundo.

Os associados baianos apresentaram reivindicações e expressaram insatisfação com a relação entre o grupo e fornecedores. A falta de apoio da JBS para novos financiamentos e obtenção de recursos também é uma das queixas. De acordo com o presidente da associação, Benedito Silva, a empresa precisa estabelecer uma conversa com os integrados e melhorar o “Check List”, negociando ganhos para os produtores e a adequação dos galpões de frangos.

Determinado a colaborar com os membros da cadeia produtiva avícola, o deputado Zé Neto se comprometeu a marcar uma audiência com o secretário de Indústria, Comércio e Mineração, James Correia, para apresentar a questão dos associados. Também irá manter o diálogo com o Governo do Estado, através da Agência de Fomento do Estado da Bahia (DesenBahia), para negociação e captação de recursos.

O parlamentar expôs a necessidade de encontros permanentes com a associação, que deverá apresentar uma pauta de solicitações e pontos críticos para que assim todos possam buscar o aperfeiçoamento da produtividade de forma organizada.

Segundo Zé Neto, neste momento de transição é necessário que os associados se unam e organizem suas solicitações com ponderação. “É um momento importante para a cadeia produtiva do frango e precisamos de um convívio mais harmônico e voltado para os interesses econômicos de toda a região. Não havia um bom relacionamento com a Seara, em virtude da própria dificuldade econômica que ela passava”, apontou.

A subsecretária de Desenvolvimento e Integração Regional, Eliana Boaventura, esteve presente no evento e se colocou à disposição para atuar nas negociações. “Esta reunião foi muito positiva e produtiva. Nós estamos aqui integrados com eles. Tenho certeza absoluta de que este é um novo tempo para os avicultores”, considerou.

Ricardo Melo, representante dos produtores de Cruz das Almas, ressaltou o trabalho que Zé Neto vem fazendo para que exista diálogo entre os envolvidos. “A participação do deputado é muito importante para poder ajudar a unir os integrados com a empresa que, por ser de porte grande, é muito difícil o acesso a ela. Então Zé Neto já se propôs desde as mudanças das outras empresas a entrar e ele vem conseguindo isso, esta integração e conversa, para que a gente consiga chegar num denominador comum, e que a empresa consiga ajudar os produtores, e não sacrificar os produtores como vem fazendo. Infelizmente a empresa não vem correspondendo”, criticou.

O líder do governo na AL-BA afirmou que acredita numa recuperação do mercado, e que as modificações devem ser feitas para aumentar o grau de produtividade. “Acho que a cadeia e todo o mercado passam a se recuperar na medida em que a safra do milho melhora a partir dos meses de junho e julho, e tenho esperança de que com essa nova empresa podemos compor um diálogo mais fraterno, mais compartilhado, onde realmente os produtores possam ter nos seus negócios o êxito esperado, e terem por parte da empresa contribuição nesta arrancada que todas as partes precisam, para que voltemos a ter a cadeia do frango no patamar que merece em todo estado”, disse.

O encontro trouxe um novo panorama para os associados, de acordo com Benedito Silva. “A reunião com Zé Neto foi extremamente positiva na medida em que se delineou todo o processo que vinha se desenvolvendo na época da Seara ainda com a BRF e agora com a venda. Esperamos um tempo novo, com novas perspectivas e novas situações que a própria JBS deva implementar. Acreditamos que um novo tempo virá. Nós estamos preparando o material que ele se comprometeu a encaminhar como pleito ao governo e ao secretário de comércio e eu acho que vai ser muito bom”, declarou.

Presentes

Participaram do encontro representantes da Cadeia Produtiva de São Gonçalo dos Campos, Feira de Santana, Irará, Serrinha, Coração de Maria, Muritiba, Cachoeira, Conceição do Jacuípe, Conceição da Feira, Pedrão, Cabaceiras do Paraguaçu, Geolândia, Amélia Rodrigues, Água Fria, Alagoinhas, Governador Mangabeira, dentre outros municípios.

Sobre Carlos Augusto 9717 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).