SESAB afirma que pequeno grupo de funcionários, motivados politicamente, tenta tumultuar funcionamento do hospital Clériston Andrade

Hospital Geral Clériston Andrade. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)
Hospital Geral Clériston Andrade. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)
O estado do Hospital Clériston Andrade levou o Ministério Público Federal na Bahia a recomendar que o governo da Bahia adote várias providencias visando à melhoria do serviço. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)
Vista aérea do Hospital Clériston Andrade. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB) emitiu nota, ontem (28/05/2013), com objetivo esclarecer a população sobre as condições de funcionamento do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). A SESAB afirma que o hospital funciona normalmente, destacando o fato de que um pequeno grupo, com propósitos eminentemente políticos, tenta tumultuar o atendimento à população.

Confira o teor da nota

SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informa que o Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana, está funcionando normalmente. Apenas as consultas ambulatoriais agendadas para hoje, estão sendo remarcadas. A Sesab lamenta que uma manifestação feita por um pequeno grupo, com propósitos eminentemente políticos, tente tumultuar o atendimento à população, incomodar o repouso dos pacientes hospitalizados e atrapalhar o trabalho dos demais servidores que querem continuar atuando normalmente, prestando seus serviços à comunidade do município e cumprindo com o seu dever. A Sesab entende como legítima toda e qualquer manifestação fundamentada nos princípios da lei, mas que para este tipo de ação intempestiva e açodada adotará as medidas legais previstas no estatuto do servidor.

Salvador, 28 de maio de 2013.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9299 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).