Servidores públicos de Salvador entram em greve

Para 0% de aumento, é 0% de trabalho. Foi assim que os milhares de servidores públicos da Prefeitura de Salvador se posicionaram.
Para 0% de aumento, é 0% de trabalho. Foi assim que os milhares de servidores públicos da Prefeitura de Salvador se posicionaram.
Para 0% de aumento, é 0% de trabalho. Foi assim que os milhares de servidores públicos da Prefeitura de Salvador se posicionaram.
Para 0% de aumento, é 0% de trabalho. Foi assim que os milhares de servidores públicos da Prefeitura de Salvador se posicionaram.

Para 0% de aumento, é 0% de trabalho. Foi assim que os milhares de servidores públicos da Prefeitura de Salvador se posicionaram nesta sexta-feira (10/05/2013), quando decretaram greve por tempo indeterminado. Depois de esperarem horas por uma reunião marcada na Secretaria Municipal de Gestão (Semge), com o secretário Alexandre Pauperio, e remarcada de última hora para outro local, os trabalhadores optaram, em assembleia, pela paralisação geral da categoria.

Como protesto e a fim de protocolar um documento com as solicitações da categoria para entregar ao prefeito, após a assembleia, os servidores realizaram uma passeata até a sede da Prefeitura. Lá, dois diretores do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps) foram recebidos por Pauperio e ficou marcada uma reunião para a próxima segunda-feira (13/05/2013), às 15h, na Semge, porém somente com a presença de alguns representantes do Sindicato será permitida.

Servidores que reposição das perdas salariais.
Servidores que reposição das perdas salariais.

Na terça-feira (14/05/203), a categoria fará outra assembleia, também na Semge, para discutir as propostas apresentadas pela Prefeitura e decidir a manutenção ou não da greve. Por enquanto, até a terça, a greve está mantida, é o que afirma a direção do Sindseps.

Razões 

Segundo o diretor financeiro do Sindseps, Helivaldo Alcântara, os funcionários públicos decidiram entrar em greve porque o município não apresentou nenhuma contraproposta às reivindicações da categoria.

Os servidores pedem um reajuste salarial de 20% no vencimento base dos servidores ativos, aposentados, pensionistas e de empresa pública, além do mesmo aumento na tabela de gratificação de competência para todos os funcionários públicos do município. Eles também reivindicam a implantação de assistência médica, a aprovação do Plano de Cargos e Vencimentos, realização de concurso público e novos fardamentos para todas as áreas.

Loading Images
wpif2_loading
Servidores públicos de Salvador entram em greve (1)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (3)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (4)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (6)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (7)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (8)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (9)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (10)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (11)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (13)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (14)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (15)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (17)
Servidores públicos de Salvador entram em greve (18)
Servidores públicos de Salvador entram em greve

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9296 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).