Em plenária do deputado Afonso Florence, Zé Neto volta a afirmar que é hora de fazer pelo povo e não de discutir sucessor do governador

Com a fala diretor da Escola Nacional de Formação do PT e membro da Executiva Nacional, Carlos Henrique Árabe.
Com a fala diretor da Escola Nacional de Formação do PT e membro da Executiva Nacional, Carlos Henrique Árabe.
Com a fala diretor da Escola Nacional de Formação do PT e membro da Executiva Nacional, Carlos Henrique Árabe.
Com a fala diretor da Escola Nacional de Formação do PT e membro da Executiva Nacional, Carlos Henrique Árabe.

Reunindo cerca de 400 pessoas de aproximadamente 50 cidades baianas, o deputado federal Afonso Florence (PT-BA) realizou, neste sábado (18/05/2013), em Salvador, a plenária estadual do seu mandato parlamentar.

Com a participação de lideranças políticas – a exemplo dos secretários estaduais Robinson Almeida (Comunicação) e Moema Gramacho (Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza), do líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT), dos deputados estaduais petistas Bira Corôa e Neusa Cadore, e do diretor da Escola Nacional de Formação do PT e membro da Executiva Nacional, Carlos Henrique Árabe – foi feito um balanço dos governos federal e estadual, e discutidos o Processo de Eleições Diretas (PED) da legenda e o pleito eleitoral de 2014.

Hora de fazer 

Discutindo a conjuntura política atual, o deputado Zé Neto, pontuou que este não é o momento de tratar de nomes para a disputa do executivo baiano nas próximas eleições, mas de fortalecer o projeto encabeçado pelo governador Jaques Wagner – responsável por implantar um modelo de gestão mais democrático e republicano na Bahia – e pela presidenta Dilma Rousseff, no Brasil.

“Esta é a hora da entrega das ações propostas pelo projeto que ajudamos a construir e defendemos. Acredito que, neste momento, vamos ter que esquecer as disputas de nomes e coloração. Nós temos que realizar bem, claro que vai haver disputa interna, mas temos que ter energia de construção para entregar à população o que nós nos comprometemos”, destacou Zé Neto.

Zé Neto discursa durante plenária de Afonso Florence.Zé Neto discursa durante plenária de Afonso Florence.

Defesa do projeto político

Zé Neto ainda destacou a necessidade de capacidade de discussão das conquistas que vem sendo alcançadas através do projeto político construído pelo PT e base aliada.

“Vamos à luta sabendo que 2014 vem aí e nós temos corpus e corpos à frente dessa realização do ponto de vista histórico e precisamos garantir isso, precisamos mostrar o quanto somos fortes e o quanto o nosso povo não pode se ludibriar com certos discursos que ampliam assuntos pontuais e escondem as grandes conquistas que realizamos nesses 10 anos a frente da condução do nosso Brasil”, sinalizou o líder do governo na AL-BA.

Revolução democrática 

O proponente do evento fez um balanço de seu primeiro ano na Câmara Federal – já que, eleito em 2010, licenciou-se da Câmara de Deputados para assumir o Ministério do Desenvolvimento Agrário permanecendo titular da pasta até 2012 – destacando ações iniciadas no país a partir do governo do ex-presidente Lula.

“Hoje, temos consolidada uma política que mantém a estabilidade macroeconômica, ou seja, não há descontrole da inflação, sem contar que também reduzimos a taxa de juros”, exemplificou. Sobre a sucessão estadual, Florence disse que “nosso papel é conduzir esse processo com maturidade política, respeitando a liderança do governador e o protagonismo do PT para, na hora correta, escolhermos o candidato com as melhores condições de liderar uma chapa”, apontou.

Ao citar os avanços na Bahia com os movimentos de luta pela terra, pela moradia, contra a discriminação racial, a favor das mulheres e do movimento LGBT, por exemplo, Afonso foi sintético. “Che Guevara dizia que quando algo inédito passa a ser rotineiro está acontecendo a revolução. Por outros motivos, e por esse também, podemos caracterizar essa experiência baiana que estamos vivendo como a experiência da revolução democrática”.

O secretário Robinson Almeida socializou um conjunto de informações para contribuir com a defesa do projeto político pela militância.

“Somos parte dos lutadores sociais que resolveram fazer a luta da sociedade brasileira com um projeto alternativo, enfrentando a burguesia, para que a gente possa democratizar a política e promover as transformações sociais. Esse país que cresce ano após ano, que está em situação de quase pleno emprego, que passa bem pela crise internacional é malhado pelos opositores, que tentam diminuir nossas conquistas, mas nós temos 500 anos de resistência e nossa história é o que faz com que continuemos de pé em nossa caminhada”, disse.

18 de maio, Dia da Luta Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes 

Lembrando que neste sábado, 18 de maio, é o Dia da Luta Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, Moema Gramacho, destacou a Lei Antibaixaria. “O governo baiano deu importante passo nessa luta quando aprovou a Lei Antibaixaria. Além dos principais problemas que nós temos, precisamos combater isso desde dentro de casa, quando a gente deixa entrar as músicas que maltratam a mulher, como ‘Um tapinha não dói’ e ‘Popozudas’ e por ai vai. É preciso construir uma cultura de valorização da mulher”, discursou a secretária.

Entre as lideranças políticas presentes, também estavam os ex-prefeitos Ivan Soares (Nova Redenção) e Zé das Virgens (Irecê), os vereadores Professor Danilo (líder do governo na Câmara de Vereadores de Conceição do Coité), João Rumão (João Dourado), Dermeval Matos (Ibitiara), Gilmar Santiago (líder da oposição na Câmara Municipal de Salvador), Pé Roxo (Jequié), o superintendente Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Lourival Gusmão, a líder das trabalhadoras domésticas da Bahia, Creuza Maria Oliveira, dentre outras lideranças.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108944 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]