Duplicação da Avenida Pinto de Aguiar é autorizada em Salvador

Para desafogar o trânsito da região da orla, o governador Jaques Wagner assinou nesta segunda-feira (20/05/2013) a ordem de serviço para as obras de duplicação da Avenida Pinto de Aguiar.
Para desafogar o trânsito da região da orla, o governador Jaques Wagner assinou nesta segunda-feira (20/05/2013) a ordem de serviço para as obras de duplicação da Avenida Pinto de Aguiar.
Para desafogar o trânsito da região da orla, o governador Jaques Wagner assinou nesta segunda-feira (20/05/2013) a ordem de serviço para as obras de duplicação da Avenida Pinto de Aguiar.
Para desafogar o trânsito da região da orla, o governador Jaques Wagner assinou nesta segunda-feira (20/05/2013) a ordem de serviço para as obras de duplicação da Avenida Pinto de Aguiar.

Para desafogar o trânsito da região da orla, o governador Jaques Wagner assinou nesta segunda-feira (20/05/2013) a ordem de serviço para as obras de duplicação da Avenida Pinto de Aguiar, que liga as avenidas Octávio Mangabeira (orla marítima) e Luiz Viana Filho (Paralela), no bairro de Pituaçu, em Salvador.

A Pinto de Aguiar, que vai contar com seis faixas de rolamento de tráfego – três por sentido -, será uma das vias alimentadoras do Sistema Metroviário (Linha 2), na Paralela. Também vai ganhar ciclovia e passeios nos seus 3,5 quilômetros de extensão.

“Além da duplicação da Pinto de Aguiar, o governo ainda fará mais duas intervenções na cidade, a duplicação das avenidas Gal Costa e da 29 de Março. Futuramente, o corredor de transporte poderá ser operado pelo sistema BRT (Bus Rapid Transit), atendendo à expansão da cidade e da Região Metropolitana de Salvador”, afirmou o governador.

Com investimento de R$ 70 milhões, incluindo os recursos destinados a desapropriações, a obra tem previsão de ser concluída em um ano.

Clique no link http://youtu.be/iJst83ijj4o e veja como vai ficar a Pinto de Aguiar.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9315 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).