Feira de Santana: vereadores defendem gestão do ex-prefeito Tarcízio Pimenta

Tarcízio Pimenta: os advogados da Secretaria Municipal de Saúde tem entrado em contato com o Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal, pois o objetivo desta seleção não é gerar favorecimentos, mas, sim, contratar profissionais qualificados para servir à comunidade.
Tarcízio Pimenta: os advogados da Secretaria Municipal de Saúde tem entrado em contato com o Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal, pois o objetivo desta seleção não é gerar favorecimentos, mas, sim, contratar profissionais qualificados para servir à comunidade.
Prefeito de Feira de Santana, Tarcízio Pimenta consegue importante vitória com a decisão do Tribunal de Justiça da Bahia validando concurso público. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Tarcízio Pimenta é defendido por vereadores. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

Vereadores defendem gestão

Os vereadores José Carneiro, Roque Pereira e David Neto defenderam a administração do ex-prefeito Tarcízio Pimenta, após o edil Isaías de Diogo afirmar, na tribuna da Casa da Cidadania, nesta segunda-feira (15/04/2013), que o ex-gestor do município não fez nenhuma ação concreta no bairro Caseb e em outras localidades, a exemplo do Feira X. Isaías ressaltou também que o prefeito José Ronaldo encontrou uma Prefeitura sucateada.

“Não posso  deixar de reconhecer a competência do prefeito José Ronaldo, no entanto, acho que o caminho que Vossa Excelência escolheu para elogiá-lo não foi o melhor, tentando atingir de alguma forma o ex-prefeito Tarcízio Pimenta. O governo anterior, praticamente até o final, foi um dos bons que Feira de Santana já teve”, afirmou José Carneiro, rebatendo o discurso de Isaías.

Ele acrescentou que não precisa denegrir a imagem de ninguém para elogiar o atual chefe do Executivo. “José Ronaldo é digno de elogios porque é um grande administrador e, por isso, eu estou aqui na bancada dele para apoiá-lo, senão não estaria, mas toda vez que tentarem denegrir, de forma calamitosa, o governo Tarcízio, eu estarei aqui para defendê-lo”, disse Carneiro.

Em sua opinião, o governo anterior só ficou “ruim” perto do final de 2012, um pouco antes do período eleitoral.

Em aparte, Isaías afirmou que não é vereador para “puxar o saco” de ninguém. “Estou dizendo aqui o que eu penso, o que eu acho, e não volto atrás de nada do que falei. Quero fazer uma pergunta ao vereador José Carneiro: onde Vossa Excelência estava que não buscou, através do ex-prefeito, atender nenhuma reivindicação do Feira X? Quando venho para esta tribuna é para falar a verdade, e não para inventar”, declarou.

Indignado com a provocação, o vereador José Carneiro garantiu que, no período do governo Tarcízio, trabalhou com responsabilidade,  ao contrário de “Isaías  que fazia politicagem no Feira X”.

Isaías afirmou que não fez e nem faz politicagem, e que sempre cobrou benefícios para o conjunto Feira X, independente de exercer ou não um cargo eletivo.

O edil Roque Pereira disse que o ex-prefeito Tarcízio Pimenta realizou várias ações no conjunto Feira X, entre elas, “o recapeamento asfáltico da rua L”.

Isaías salientou que essa obra foi uma iniciativa do prefeito José Ronaldo que, segundo ele, deixou tudo pronto e pago para que o governo Tarcízio a colocasse em prática.

Na oportunidade, o edil reclamou que a administração passada não concluiu a obra da Escola Municipal Alberto Oliveira. “Deixou a escola cheia de lixo, cheia de imundices”, afirmou.

Ainda com relação à gestão do ex-prefeito Tarcízio, o vereador David Neto disse que comunga com o pronunciamento do colega José Carneiro.

Em seguida, relatou que, quando Isaías de Diogo era presidente da Associação José Sarney, ele “corria atrás” do ex-prefeito todas as vezes que Tarcízio visitava o Feira X. “E tudo que eu ou o vereador Roque Pereira requisitava para aquela comunidade, o senhor dizia que era Vossa Excelência que estava reivindicando os benefícios”, declarou David.

Invasão

Isaías garantiu que nunca pediu nada ao ex-prefeito, mas, na condição de presidente de uma associação, cobrava do chefe do Executivo ações para o Feira X.  Na oportunidade,  ele afirmou que o vereador David Neto teria motivado uma invasão de moradores, no referido conjunto, em uma área localizada na entrada da rua A, próxima ao módulo policial.

A declaração causou um mal estar na Câmara, mas, por sugestão do líder governista, Carlito do Peixe, o edil Isaías de Diogo voltou atrás e pediu desculpas na tribuna e, na sequência, deu um abraço caloroso no colega David Neto.  O vereador Ronny e a corregedora Cíntia Machado pediram mais prudência nas acusações.

Ações do Governo Municipal de interesse público são destacadas por Justiniano 

Ações de interesse da coletividade que vêm sendo realizadas pelo Governo Municipal nos primeiros meses de gestão foram destacadas pelo presidente do Legislativo feirense, Justiniano França, durante seu pronunciamento nesta terça-feira (16).

Ele citou obras como a Escola-Creche  Professor Eduardo Miranda, localizada no bairro Jardim Acácia, que começou a ser construída em 2008, ficando a construção paralisada por um longo período e, retomada a obra, recentemente, com o governo Ronaldo; “o mesmo acontece com uma escola situada no bairro Papagaio”, salientou.

Justiniano afirmou que o chefe do Executivo Municipal está atuando em todas as áreas da administração. “Não vamos negar problemas no transporte coletivo, mas tenho certeza que serão resolvidos”.

Em aparte, o edil José Carneiro destacou também como ação importante da administração municipal a obra da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Mangabeira, que  recentemente o prefeito anunciou que será retomada.

Em seguida, ele disse que não deve haver comparação entre governos. “Eu acho que a gente tem que parar nesta Casa de tentar disputar, mostrar que Zé Ronaldo, como prefeito, foi mais que fulano ou beltrano. José Ronaldo tem correspondido e a população está satisfeita”, avalia.

Seca

A situação da seca vivida pela Bahia e outros estados do Nordeste também foi ressaltada pelo presidente da Casa da Cidadania. No tocante às críticas que o Governo Municipal vem recebendo por conta da realização da Micareta neste período de seca, ele afirmou que o “pior é se gastar um bilhão na Arena Fonte Nova e um bilhão nas obras do Maracanã e depois entregar esses empreendimentos a empresas privadas”, criticou.

O vereador Wellington Andrade observa que prazos são cumpridos em outros assuntos, mas quando diz respeito à seca as coisas não acontecem. “O que me impressiona é que esses empreendimentos têm prazos determinados e eles são cumpridos, mas ações de combate à seca tardam e nunca chegam, enquanto o homem do campo vem sofrendo”, afirmou.

A Prefeitura de Feira de Santana deu um presente de Papai Noel a Embasa, diz vereador 

Em pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal, o vereador José Carneiro (PSL) criticou o contrato da Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa) com a cidade de Feira de Santana feito no governo do ex-prefeito José Raimundo Pereira de Azevedo.

“É importante o término do contrato da Embasa com este município. Em 1996, a Prefeitura de Feira de Santana deu um presente de Papai Noel a Embasa, quando assinou um contrato permitindo que a concessionária explorasse o subsolo desta cidade por 20 anos, em troca absolutamente de nada”, afirmou.

Ele destacou a lei municipal nº 1.839/95, de autoria da ex-vereadora Eliana Boaventura, que diz, em seu artigo 1º, que a  utilização de áreas ou espaços públicos municipais por empresas, concessionárias ou distribuidoras de serviços públicos se fará mediante cessão de uso com remuneração obrigatória. “Isso quer dizer que a Embasa teria que remunerar o município para explorar o serviço de abastecimento de água e sanitária”, explicou o edil.

José Carneiro disse “que o jeitinho brasileiro foi terrível”. Segundo ele, em 1996, o “Poder Executivo colocou uma emenda no artigo 3º da lei, que diz o seguinte: ‘fica a concessionária isenta de qualquer remuneração ou encargos outros do que se trata a lei municipal 1.839/95’”.

Em sua opinião, a referida lei foi um presentão da Prefeitura a Embasa para explorar o subsolo de Feira de Santana por 20 anos, “em troca desse serviço mal prestado pela Embasa, esburacando as ruas, deixando faltar água em determinados locais”, reclamou José Carneiro.

Ele chama atenção para que, em 2016, esse contrato não se repita e, caso haja necessidade, que o prefeito realize licitação pública para que outras empresas também possam concorrer. “O que não pode é fazer aqui o que fizeram: toma Embasa, bota a mão na massa, utiliza o subsolo do município, bagunce este coreto que é teu”, disse.

O presidente do Legislativo feirense, Justiniano França (DEM), sugeriu uma sessão especial ou audiência pública ainda neste semestre para discutir o contrato.

O edil José Carneiro acatou a sugestão de Justiniano e afirmou que irá promover o debate na Casa da Cidadania, porque “não podemos tirar uma de Papai Noel presenteando uma empresa rica que dá relógios de presente aos seus funcionários e patrocina clubes de futebol”, pontuou.

A Coelba precisa ser punida pelo Procon e processada por danos morais, diz Isaías 

“Eu fiquei estarrecido com uma notícia intitulada ‘Coelba corta energia de deficiente visual com recibos pagos’, veiculada no site Rota da Informação”. A declaração é do vereador Isaías de Diogo (PPS), em pronunciamento na sessão da Casa da Cidadania, nesta terça-feira (16).

O vereador disse que a vítima do constrangimento foi o consumidor Adailton Santana, deficiente visual, morador da rua Pedro Suzart, nº 60, no bairro Brasília, cidade de Feira de Santana.

Isaías relatou que o corte ocorreu quando prepostos da Coelba foram verificar se o imóvel possuía contas de energia em atraso. “Quando o senhor Adailton foi pegar as contas pagas dos meses de março e abril no interior da casa, os prepostos literalmente cortaram o fornecimento de energia”, criticou.

Na concepção do edil, a Coelba “não só deve ser punida pelo Procon, mas processada judicialmente por danos morais cometidos contra o senhor Adailton Santana”.

Ele informou que a Coelba, criada por lei estadual, “é a empresa que tem por responsabilidade prestar o serviço de fornecimento de energia elétrica aos consumidores do estado da Bahia, sem distinção de cor, etnia, condições físicas e sociais das pessoas”.

Isaías sugeriu à Comissão de Direitos Humanos da Câmara que faça uma visita a residência de Adailton Santana para buscar mais informações sobre “essa afronta aos direitos humanos cometidos por prepostos da Coelba. Esta empresa precisa saber que neste município as leis devem ser respeitadas”, pontuou.

Em aparte, o vereador José Carneiro (PSL) relatou também que, esta semana, prepostos da referida empresa colocaram uma escada no poste para cortar a energia da residência dele, sob alegação de que as contas estavam atrasadas.

“Por coincidência eu estava em casa e apresentei os recibos pagos. A energia da minha casa não foi cortada porque eu estava em casa. Isso é vergonhoso, é uma ação criminosa da Coelba; esta empresa tem que respeitar seus usuários”, reclamou.

Edvaldo Lima cobra melhorias para estrada que liga o distrito de Humildes a BR 324 

O vereador Edvaldo Lima (PP), em pronunciamento na Câmara Municipal, nesta terça-feira (16), disse que, atendendo um pedido da população, encaminhou ao secretario de Infaestrutura do Estado da Bahia, Otto Alencar, um oficio solicitando a revitalização da estrada que liga o distrito de Humildes a BR 324.

O vereador salientou que a situação da via está caótica, onde, segundo ele, o pavimento  se encontra totalmente esburacado, sem a mínima condição de tráfego.

“Será que é preciso que a população daquele distrito faça manifestação para que o problema de uma via de tráfego, que é tão importante para aquela comunidade, seja resolvido?”, questionou.

Segurança pública

Edvaldo também cobrou mais apoio do Estado na área de segurança pública.  Ele citou o fato ocorrido, no último final de semana, com um pastor do Ministério Aprisco, Alex Barreto, que foi atingido por um tiro de revólver no ombro direito disparado por um dos dois homens que estavam praticando um assalto contra um casal, na rua Padre Migelito, na Praça dos Ex-Combatentes, em frente à residência do religioso.

O vereador disse que por pouco o pastor não morreu. “É por isso que eu tenho clamado aqui um debate pela segurança pública do estado da Bahia e, principalmente do nosso município”.

Ele afirmou também que todos os dias nos pontos finais de ônibus dos bairros Hildes Ferreira, Fraternidade e Sérgio Carneiro, as pessoas são assaltadas.

78 ônibus com idade superior a 10 anos serão retirados de circulação no município 

O líder do governo na Câmara Municipal de Feira de Santana, Carlito do Peixe, voltou a falar sobre o transporte coletivo na cidade, citando os veículos que foram retirados de circulação, recentemente, durante fiscalização da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), e aqueles que foram vendidos e adquiridos.

“Eu estive com o secretário da SMTT, Ebenezer Tuy, que me deu a informação de que 78 veículos com idade superior a 10 anos serão retirados de circulação”, informou Carlito. De acordo com ele, “20 destes veículos serão vendidos, 10 já foram retidos e mais 48 devem ser retirados após vistoria. Chegarão para compor a frota 28 ônibus com idade entre 4 e 5 cinco anos de uso, para substituírem parte dos veículos antigos.

O vereador Alberto Nery, que anteriormente havia dado uma informação diferente, confirmou que fiscalizações vêm sendo feitas. “Carros com idade superior a 12 anos estão sendo substituídos e não tem como fazer a apreensão de todos, porque a população ficaria sem veículos”, observa o petista.

Novos veículos para o transporte escolar das crianças da zona rural também foram destacados pelo líder do governo. “Chegaram mais três novos carros e, agora, serão 12 carros”, disse Carlito, ressaltando que os veículos recém- chegados estão em processo de regularização do seguro para que possam circular.

Carlito do Peixe lembrou ainda outras obras que estão sendo feitas pelo Governo Municipal, como a creche na rua Papa João XXIII. A informação foi rebatida pelo vereador Pablo Roberto, que voltou a fazer críticas à atual gestão. “Nos 100 dias de governo, o prefeito não apresentou nada impactante. Foram anunciadas obras sim, mas todas elas em parceria com o Governo Federal. É importante que isso seja  colocado também”, afirmou.

“Falar sobre as drogas requer um olhar cuidadoso”, alerta vereador 

Problema grave e de difícil solução. Assim define o vereador Pablo Roberto (PT) o uso das drogas. Em pronunciamento nesta terça-feira (16), na tribuna da Câmara, ele destacou a realidade que abate todas as esferas da sociedade, englobando famílias de baixa renda ou com grande poder aquisitivo.

O vereador ressaltou que alguns dos maiores consumidores são jovens, que muitas vezes não tiveram assegurados direitos básicos como saúde, educação, moradia, esporte, lazer e cultura. E que os menos favorecidos economicamente são a maior parte da população que sofre com a realidade do consumo de drogas.

 “As drogas estão no cotidiano da nossa cidade de maneira gritante, e não dá mais para ignorar essa situação, fazer de conta que não estamos vendo. Falar sobre as drogas requer um olhar cuidadoso”, observa.

Na oportunidade, Pablo ressaltou o  seu trabalho durante mais de sete anos na Comunidade de Atendimento Socioeducativo Juiz de Melo Matos e na Unidade Zilda Arns, e disse que viveu outros tantos conflitos no Conselho Tutelar e na Vara da Infância, que, segundo ele, mostram como são as dificuldades enfrentadas pelas famílias quando algum membro faz uso de drogas.

O petista também falou sobre os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), especializados no tratamento da dependência química. E enfatizou a existência da lei da regulamentação dos Centros de Atenção Psicossocial – Álcool e Droga (CAPS-ADs), que, conforme o edil, acabam não atendendo à grande demanda existente.

Ele salientou que não se trata de uma questão de segurança, que aumentando o poder de ação da Polícia Militar, por exemplo, será solucionado o problema. “A questão das drogas tornou-se um problema de saúde publica. Devemos encarar isso como um problema de saúde e não de segurança pública”, ensina.

De acordo com Pablo, é necessário encontrar estratégias de ruptura com tal realidade, seja através da oferta de alternativas de esporte, lazer, cultura, emprego e renda para jovens, ou no acolhimento e tratamento sério e especializado para os usuários de drogas.

A importância das religiões também foi salientada pelo vereador petista, que lembrou que muitos centros de recuperações têm ligações com igrejas evangélicas.

Sobre esse assunto, o vereador Edvaldo Lima afirmou que a Igreja Assembléia de Deus tem um centro com mais de 100 jovens em recuperação.  Edvaldo destacou também o trabalho desenvolvido pelo arcebispo Dom Itamar Vian, com a Fazenda Nova Esperança. “Todos incluídos nessa luta, vamos tirar os jovens dessa situação”, afirmou.

A união de toda a comunidade também foi um pedido do vereador Pablo. “A sociedade deve participar mais; não deve continuar vendo esse problema como distante, como se as nossas famílias também não tivessem fragilizadas com essa situação”.

O vereador Justiniano França sugeriu que o tema seja discutido em uma grande reunião com a Comissão de Direitos Humanos, as secretarias de Desenvolvimento Social e  de Prevenção à Violência, além das comunidades terapêuticas que atuam na reabilitação de usuários de drogas.

Pablo Roberto informou que pedirá ainda ao prefeito José Ronaldo, que dê uma maior atenção a essa problemática, e afirmou que Feira de Santana precisa de um hospital especializado no tratamento de dependentes químicos.

“Nós podemos fazer mais, podemos participar mais dessa discussão”,  disse o petista, afirmando que pedirá através de requerimento a realização de uma audiência pública para discutir o assunto.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109752 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]