Vereador Pablo Roberto denuncia que motivação política pode ter impedido família de receber casa no programa Minha Casa Minha Vida em Feira de Santana

Valdenice de Jesus declarou que ao chegar para conversar com o secretário Sandro Ricardo ela flagrou várias fotos anexadas em seu processo, sendo que em uma delas havia uma foto do muro da casa onde reside, com os nomes Pablo Roberto e do deputado José Neto, com as marcas quando eles concorreram nas eleições de 2012.
Valdenice de Jesus declarou que ao chegar para conversar com o secretário Sandro Ricardo ela flagrou várias fotos anexadas em seu processo, sendo que em uma delas havia uma foto do muro da casa onde reside, com os nomes Pablo Roberto e do deputado José Neto, com as marcas quando eles concorreram nas eleições de 2012.
Valdenice de Jesus declarou que ao chegar para conversar com o secretário Sandro Ricardo ela flagrou várias fotos anexadas em seu processo, sendo que em uma delas havia uma foto do muro da casa onde reside, com os nomes Pablo Roberto e do deputado José Neto, com as marcas quando eles concorreram nas eleições de 2012.
Valdenice de Jesus declarou que ao chegar para conversar com o secretário Sandro Ricardo ela flagrou várias fotos anexadas em seu processo, sendo que em uma delas havia uma foto do muro da casa onde reside, com os nomes Pablo Roberto e do deputado José Neto, com as marcas quando eles concorreram nas eleições de 2012.

Em pronunciamento na manhã desta terça-feira (23/04/2013) o vereador Pablo Roberto (PT), denunciou possíveis irregularidades no programa Minha Casa Minha Vida, do governo Federal, em sua fala o vereador apresentou o caso da senhora Valdenice de Jesus Ferreira, selecionada pela Caixa Econômica Federal para receber um imóvel no Residencial Eco Parque.

Até o momento dona Valdenice não recebeu o a sua casa, devido uma determinação do secretário municipal de Habitação, Sandro Ricardo. Segundo Pablo Roberto, dona Valdenice de Jesus informou que no dia em que ela foi assinar o contrato, após aprovação da Caixa, em cima do contrato havia um bilhete do secretário orientando a vítima a procurá-lo na secretária. Chegando ao local a senhora procurou entender do que se tratava e foi informada verbalmente que não poderia assinar o contrato porque havia uma denúncia de que ela já possuía um imóvel.

Apresentando comprovantes o vereador Pablo, destacou que não existe documentados que provem a existência de algum imóvel registrado em nome de dona Valdenice, inclusive no cartório de registro civil. “Se a Caixa Econômica Federal tinha feito toda a investigação e o contrato foi aprovado é porque não existe condição dessa senhora ter uma casa e perante as normas estava tudo certo. Lembrando que dona Valdenice mora de favor com a sua família em uma casa no conjunto Francisco Pinto, casa que irá a leilão”. Destacou Pablo Roberto.

Vereador Pablo Roberto deve levar o caso aos Ministérios Públicos Federal e Estadual.
Vereador Pablo Roberto deve levar o caso aos Ministérios Públicos Federal e Estadual.

Segundo Pablo Roberto, dona Valdenice declarou que ao chegar para conversar com o secretário Sandro Ricardo ela flagrou várias fotos anexadas em seu processo, sendo que em uma delas havia uma foto do muro da casa onde reside, com os nomes Pablo Roberto e do deputado José Neto, com as marcas quando eles concorreram nas eleições de 2012.

“Não quero acreditar que esteja havendo algum tipo de perseguição, decorrente da dona Valdenice ter escolhido na eleição passada um projeto diferente ao do atual gestor, penso que o palanque terminou em 07 de outubro de 2012. Será possível que o novo critério do poder público municipal é beneficiar apenas quem votou no projeto do atual prefeito e perseguir quem foi contrário?” indagou Pablo.

O vereador finalizou o seu pronunciamento informando que já estar recolhendo os documentos necessários para entrar com uma ação na Justiça e não irá descansar até ver os direitos da senhora Valdenice de Jesus Ferreira plenamente cumpridos.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9305 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).