Vereador Alberto Nery afirma ser montagem foto de paciente fazendo necessidade fisiológica no HGCA. Confira os debates da CMFS

Alberto Nery: “estamos vivendo nesta cidade com um transporte sucateado e ultrapassado. E queremos que com essas medidas que serão tomadas pelo prefeito, realmente, venham beneficiar a vida do povo em Feira de Santana”. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Alberto Nery: “estamos vivendo nesta cidade com um transporte sucateado e ultrapassado. E queremos que com essas medidas que serão tomadas pelo prefeito, realmente, venham beneficiar a vida do povo em Feira de Santana”. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Alberto Nery, leito pelo PT promete oposição equilibrada e cobrança na melhoria do transporte público.
Alberto Nery: foto não passa de montagem.

Nery afirma ser montagem

Uma imagem inusitada de um paciente fazendo necessidade fisiológica num cesto de lixo foi publicada, esta semana, em alguns meios de comunicação que afirmaram que o fato aconteceu nas dependências do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). O assunto foi levado à tribuna da Câmara pelo vereador Isaías de Diogo (PPS) e contestado pelo edil Alberto Nery (PT).

O petista afirmou que a foto é uma montagem e tem o intuito de denegrir a imagem do HGCA. Para comprovar os fatos, ele leu um comentário da matéria “privatizar sem privada”, editada no último dia 20, no blog do Velame.

Segundo o internauta que se identifica com o nome “com compromisso”, “as imagens não condizem com a realidade. No Hospital Geral Clériston Andrade não tem parede cinza, corredores apertados nem portas de borrachas. O HGCA possui vários banheiros. Existe um banheiro em reforma, mas há vários à disposição do público”.

Em aparte, o vereador Roque Pereira (PTN) parabenizou o discurso do edil Nery e afirmou que o HGCA é bem administrado por Iraci Leite. Em sua opinião, jamais a diretora  iria permitir que acontecesse naquele hospital uma situação dessa natureza.

O edil José Carneiro (PSL) também acredita que a referida imagem é uma montagem. “Não acredito que o Hospital Clériston Andrade esteja naquele estágio. É inadmissível que aquilo seja verdadeiro”, disse.

Para Isaías de Diogo (PPS), “ninguém vai prestar um papel desse, se expondo,  para colocar uma montagem dessa”, salientou.

Em seguida, ele sugeriu às Comissões de Direitos Humanos e de Saúde da Câmara que façam uma visita ao HGCA, com o objetivo de averiguar os fatos, “porque o que está acontecendo ali é anormal e tudo isso é por conta dessa tal privatização que estão querendo implantar naquela unidade de saúde”.

Isaías disse que, com base em matérias jornalísticas, recentemente houve blecaute de energia no Hospital Geral Clériston Andrade, prejudicando o funcionamento do setor cirúrgico.

“Por conta disso, os médicos do Clériston usaram os seus celulares para um procedimento cirúrgico, porque o paciente estava na mesa de cirurgia. Isso é invenção? Isso é montagem? Isso é falta de respeito com aqueles que não têm condições de pagar um plano de saúde” criticou.

Novamente com o uso da palavra, o vereador Nery declarou: “nós precisamos discutir a saúde com responsabilidade, buscar alternativas para resolver o problema da saúde pública em Feira de Santana, tanto nas policlínicas como nos hospitais que servem ao nosso município. Essa que deve ser a nossa realidade, e não está aqui usando um instrumento mentiroso para tentar denegrir um governo ou outro”, observa.

Aprovado projeto que concede título de utilidade pública à Associação Ecológica Buriti 

A Câmara Municipal de Feira de Santana aprovou, nesta segunda-feira (22), em segunda discussão, o projeto de lei 026/2013, de autoria do vereador Roque Pereira (foto), que torna de utilidade pública a Associação Ecológica Buriti.

A Associação Buriti – fundada em 14 de maio de 2009 – fica situada no distrito de Humildes, na BR-324, sentido Feira / Salvador.

O vereador Roque Pereira informou que a Associação Buriti faz um trabalho de conservação ambiental através de atividades ecológicas, sociais e culturais.

Isaías está preocupado com possibilidade de transferência de portadores de transtornos mentais 

O vereador Isaías de Diogo (PPS), em discurso proferido na tribuna da Casa da Cidadania, na manhã desta segunda-feira (22), se mostrou preocupado com a possibilidade de o Governo do Estado transferir do Hospital de Custódia e Tratamento da Bahia (HCT), de Salvador, pacientes portadores de transtornos mentais que cometeram crimes para o Hospital Colônia Lopes Rodrigues, em Feira de Santana.

Ele informou que a notícia foi veiculada, recentemente, em programas de rádio. Em sua opinião, caso ocorra a transferência dessas pessoas, o Hospital Colônia Lopes Rodrigues ficará vulnerável, uma vez que, segundo ele, aumentará a demanda de pacientes sem nenhum planejamento.

“É uma vergonha! Trazer transtornos à população de Feira de Santana é um presente dos 100 dias do governo PT no ano de 2013. O Hospital Colônia Lopes Rodrigues não tem nenhuma estrutura para receber esses pacientes. Nós, como vereadores, não temos que aceitar essa loucura desses políticos que querem trazer pessoas piores do que eles para a nossa cidade”, criticou.

Isaías acrescentou: “Feira de Santana não merece esse desprestígio. Quero pedir a bancada do PT desta Casa que leve a informação ao Governo do Estado que este vereador não concorda com essa atitude em trazer para este município a cadeia de doidos, de assassinos, de pessoas que praticaram o mal”, declarou.

HGCA

Também durante seu pronunciamento, Isaías repercutiu uma foto de um suposto paciente do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) fazendo necessidade fisiológica num cesto de lixo, ao invés de um vaso sanitário.

Segundo ele, a imagem foi veiculada em alguns meios de comunicação da cidade e publicada em sites de relacionamento, a exemplo do Facebook. “É uma vergonha. Infelizmente, essas coisas só nos trazem tristeza”, pontuou.

Vereadores não querem HCT em Feira de Santana 

A possibilidade de implantação de um Hospital de Custódia e Tratamento (HCT), em Feira de Santana, foi alvo de protestos na Casa da Cidadania, nesta segunda-feira (22).

Isaías de Diogo foi o primeiro vereador a abordar o tema. Em seguida, o vereador Edvaldo Lima, que também se posicionou contra a proposta do Governo do Estado, destacou uma matéria do portal A Tarde, intitulada: “Feira de Santana deve abrigar novo prédio do HCT”.

O texto jornalístico informa que um grupo formado por representantes da Defensoria Pública, Secretaria de Saúde (Sesab) e do Ministério Público, entre outras entidades, visitou um imóvel em Feira de Santana, na quinta-feira (18) e classificou o local visitado como favorável para abrigar os internos.

Segunda a matéria, “alegando a não oficialização da escolha do imóvel, a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) prefere não divulgar o endereço do novo espaço prisional. Entretanto, o defensor Alan Roque, da subcoordenadoria da Especializada de Crime e Execução Penal,  antecipa que a avaliação do local é positiva e que a transferência dos internos do atual HCT para o novo imóvel só depende da anuência da Sesab”.

Diz ainda que “por meio de uma série de inspeções, o Núcleo de Crime e Execução Penal atestou que o atual HCT, na Baixa do Fiscal, em Salvador, não possui condições para abrigar internos. O incêndio no imóvel, provocado por pessoas na última semana, teria agravado ainda mais a situação. Por isso, a Defensoria Pública pede que o Estado agilize a transferência dos presos”.

Em aparte, o vereador José Carneiro, em consonância com o discurso de Isaías, informou que o local escolhido para o novo HCT é o Hospital Colônia Lopes Rodrigues. “A gente lamenta que o Governo do Estado escolha Feira de Santana para utilizar o Hospital Colônia Lopes Rodrigues como unidade para custodiados”, disse.

José Carneiro afirmou que virão para o município presos de alta periculosidade, que são portadores de transtornos mentais. “Quer dizer que Salvador não serve para que eles fiquem custodiados, mas Feira de Santana serve. Vão expor a sociedade feirense ao perigo. Pelo amor de Deus governador Jacques Wagner, aprenda a gostar mais de Feira”, pontuou.

Na oportunidade, o vereador Isaías de Diogo sugeriu uma visita da Comissão de Saúde da Câmara ao Hospital Colônia Lopes Rodrigues. Ele reiterou que a referida unidade não tem estrutura para abrigar mais pacientes.

O edil Roque Pereira lembrou que no governo de Antônio Carlos Magalhães houve uma transferência de pacientes do Hospital Psiquiátrico Juliano Moreira, de Salvador, para Feira de Santana. De acordo com ele, a transferência seria provisória, mas até hoje nenhum paciente retornou. “Os que não faleceram, continua residindo no Hospital Colônia Lopes Rodrigues”, afirmou.

A vereadora Neinha salientou que saúde pública é direito de todos e dever do Estado. “Mas não é responsabilidade de Feira de Santana trazer esses pacientes especiais. O Estado tem que saber que a Colônia hoje não tem suporte para abrigá-los”, declarou.

O vereador Marcos Lima também se mostrou preocupado com a possibilidade de implantação do HCT em Feira de Santana. “Nossa maior preocupação não é com o tratamento, mas saber se Feira tem condições de abrigar e atender esses pacientes. Se há segurança para atender a essas pessoas, se não haverá abertura para que elas possam fugir”, alertou o vereador.

“O deputado Fernando Torres vem se revelando cada dia mais”, afirma David Neto

Na sessão legislativa desta segunda-feira (22), o vereador David Neto (PTN) teceu elogios ao trabalho do deputado Fernando Torres (PSD) na Câmara Federal, destacando a aprovação de um projeto do parlamentar, que, segundo o edil, é de grande relevância social.

Ele informou que a Comissão de Minas e Energia aprovou, no último dia 17, por unanimidade dos presentes, o parecer do projeto do deputado Fernando Torres, que reduz a zero as alíquotas da contribuição para o PIS/PASEB e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (CONFINS) que incidem sobre as receitas de vendas de energia elétrica.

“Nós temos muitos parlamentares em Brasília que não correspondem. Já o deputado Fernando Torres vem se revelando cada dia mais com apresentação de projetos que beneficiam não só o nosso município, como também a Bahia e o Brasil”, afirmou David, salientando que milhões de brasileiros serão beneficiados com a redução das contas de energia elétrica, através da proposição mencionada.

Na oportunidade, ele também elogiou a atitude do ex-vereador Antônio Francisco Neto (Ribeiro) por ter declarado, recentemente, nos meios de comunicação, que apoiará o deputado Fernando Torres na eleição de 2014.

“Isso é uma prova de compromisso e fidelidade. Ribeiro mostra a sua palavra, a sua dignidade e a sua moral ao declarar oficialmente que o seu candidato é Fernando Torres”, disse.

Em seguida, David Neto relatou que em virtude da fidelidade partidária ainda não pode anunciar o nome do político que pretende apoiar, uma vez que tem que seguir as orientações do seu partido, mas salientou que toda a sua família marchará com o deputado Fernando Torres.

“Chuvas provocam sorrisos em moradores do campo”, diz Tonhe Branco 

Após vários debates sobre a seca e o sofrimento na zona rural de Feira de Santana, o vereador Tonhe Branco (PSC) usou a tribuna da Casa da Cidadania, nesta segunda-feira (22), para agradecer a Deus pelas chuvas que caíram no último final de semana em Feira de Santana e cidades circunvizinhas.

Segundo o edil, “já é possível ver o sorriso nos lábios do homem do campo. Renasceu a esperança do povo da zona rural, mas sabemos que esse volume de chuva não resolverá o problema da seca. Portanto, vamos continuar os debates para darmos a nossa contribuição em busca da solução do problema”, disse.

Transporte público

Outro assunto abordado pelo vereador foi o transporte coletivo urbano. De acordo com Tonhe Branco, na última sexta-feira (19), ocorreu um início de incêndio em um ônibus que fazia linha para o bairro Aviário.

No entanto, ele disse que a população deve ficar tranquila, pois já conversou com o prefeito José Ronaldo e este lhe garantiu que haverá melhorias no transporte coletivo do Aviário e demais localidades.

O edil informou que as concessionárias que operam o Sistema Integrado de Transporte de Feira de Santana já compraram ônibus novos, que estão sendo pintados com as cores das empresas para em seguida serem vistoriados e liberados.

Vereador está preocupado com situação dos ambulantes da rua Marechal Deodoro 

Em pronunciamento na Casa da Cidadania, nesta segunda-feira (22/04/2013), o vereador Correia Zezito (PTB) chamou atenção para as mudanças que estão previstas para ocorrer no centro da cidade de Feira de Santana em virtude do Pacto de Requalificação do Centro Comercial (Pacto de Feira).

Uma das medidas da Prefeitura é o cumprimento do Estatuto do Pedestre, desobstruindo a passagem de transeuntes pelas calçadas com o reordenamento de barracas dos vendedores ambulantes.

Correia relatou que  vários feirantes, sobretudo  da rua Marechal Deodoro, estão preocupados com a mudança no centro comercial em relação à remoção de barracas.

 “Uma de nossas preocupações é de que não percam suas mercadorias ou o investimento que fizeram em suas barracas. Vamos sentar e conversar buscando a melhor solução para esses trabalhadores informais”, afirmou.

Correia ainda disse que já procurou o secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Júnior, para relatar todas as dificuldades e preocupações dos trabalhadores. Segundo ele, o secretário afirmou que fará todo esforço necessário para que o relocamento de barracas seja feito de maneira respeitosa e ordeira.

“Tenho certeza que também é do interesse do nosso prefeito realizar essa mudança ordeiramente. Coloco-me também à disposição para participar desse processo. Não podemos esquecer de que o nome da nossa cidade surgiu a partir de uma feira e que devemos preservar a nossa cultura e história dignamente”, ressaltou.

Comunidade GLBT se sente constrangida com declaração de vereador 

Com direito ao uso da tribuna livre da Casa da Cidadania, na manhã desta segunda-feira (22), o representante do Grupo Liberdade Igualdade e Cidadania Homossexual (GLICH) de Feira de Santana, Fábio Ribeiro, demonstrou-se insatisfeito com uma declaração do vereador David Neto a respeito da relação homossexual.

O representante do GLICH disse que as palavras utilizadas por David Neto no tocante a opção sexual da cantora Daniela Mercury, que recentemente assumiu ser homossexual, causaram indignação na comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros).

“Quando o vereador usou o termo ‘tara’, uma palavra pejorativa que já tem uma questão de subversividade para um sentimento de dois homossexuais, ofendeu profundamente a nossa população”, disse Fábio.

O representante do GLICH também destacou que o David Neto havia dito que o mundo estava acabando porque pessoas como Daniela Mercury estão se assumindo.

“Nós lutamos justamente para que não só pessoas como Daniela Mercury, que são famosas, mas toda a população que tem sentimentos homossexuais se assuma, porque é um direito nosso assumir a nossa sexualidade e também é um direito previsto na Constituição, uma vez que não existe nenhuma lei que criminalize a questão da homossexualidade”, salientou.

Fábio informou que existem leis que estão tramitando no Congresso Nacional para criminalizar atitudes homofóbicas.  “Não somos contra a nenhum tipo de liberdade de expressão, porém a liberdade de expressão precisa respeitar os cidadãos que tem as suas decisões, opções e orientações sexuais”.

Na sequência, ele destacou leis municipais que concedem direitos a homossexuais e pediu aos vereadores que tivessem mais cuidado com as declarações que são dadas, na Casa da Cidadania, a respeito da comunidade LGBT.

David Neto garante que não é homofóbico 

“Eu fui aqui nesta Casa discretamente, deselegantemente, acusado de ser homofóbico”. A declaração é do vereador David Neto, se referindo ao discurso do representante do Grupo Liberdade Igualdade e Cidadania Homossexual (GLICH) de Feira de Santana, Fábio Ribeiro, nesta segunda-feira (22), na tribuna Casa da Cidadania.

Fábio revelou que a população LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) ficou indignada com as declarações do referido vereador no tocante a opção sexual da cantora Daniela Mercury, que assumiu publicamente que é homossexual.

David Neto garantiu que não é homofóbico e disse, inclusive, que na legislatura passada tinha um assessor homossexual trabalhando no seu gabinete. Afirmou também que tem vários amigos, conhecidos e lideranças de bairros que são homossexuais.

“Será que homofobia é ficar contra a uma declaração de uma cidadã pública, uma cantora, que convoca a imprensa nacional para expor  a sua opção sexual?” indagou.

Em sua opinião, a população heterossexual ainda não está preparada para receber, sobretudo em suas casas, cenas de beijos entre pessoas do mesmo sexo.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 107998 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]