Sobe para 125 número de feridos em explosões em Boston; dois morreram

O número de feridos com as explosões na linha de chegada da Maratona de Boston chega a 125.
O número de feridos com as explosões na linha de chegada da Maratona de Boston chega a 125.
O número de feridos com as explosões na linha de chegada da Maratona de Boston chega a 125.
O número de feridos com as explosões na linha de chegada da Maratona de Boston chega a 125.

O número de feridos com as explosões na linha de chegada da Maratona de Boston chega a 125, segundo informações do Boston Globe, um dos principais jornais da cidade. Foram registradas duas mortes – entre elas de um garoto de 8 anos de idade, conforme a publicação. 

Após a dispersão da fumaça, centenas de pessoas estavam caídas nas ruas, algumas inconscientes, outras seriamente machucadas, incluindo pessoas que perderam membros (como braços e pernas) nas explosões.

Os feridos foram levados para sete hospitais da região. Os que mais receberam foram Brigham and Women’s Hospital com 26 pacientes atendidos, includindo dois em situação crítica. O hospital infantil informou que quatro crianças estão sendo atendidas: uma garota de 9 anos, um menino de 7 anos e duas crianças, de 12 anos e 2 anos, conforme o jornal.

A Maratona de Boston é um dos principais eventos desportivos norte-americanos, com cerca de 27 mil corredores e milhares de espectadores. As imagens das televisões diretas do local mostraram cenas de pânico, com os destroços cobrindo as ruas e os feridos sendo levados em macas. Testemunhas disseram que as duas explosões ocorreram em sequência, uma em seguida da outra e com poucos segundos de diferença, e não simultaneamente.

Segundo o jornal Boston Globe, as explosões ocorreram às 15h (horário local). É feriado estadual hoje em Boston. Relatos indicam que as explosões ocorreram cerca de três horas após os vencedores da prova terem cruzado a linha de chegada.

Segundo a CNN, foi elevado o nível de segurança nas cidades de Nova York e na capital Washington.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que os responsáveis pelas explosões serão identificados e levados à Justiça. “Nós ainda não sabemos quem fez isso e por quê. As pessoas não devem tirar conclusões precipitadas antes de todos os fatos serem apurados. Nós iremos até o final disto. Iremos encontrar quem fez isto e saberemos os motivos. Indivíduos ou grupos serão responsabilizados e levados à Justiça”, disse Obama em um pronunciamento de TV.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9371 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).