População pode acompanhar investimentos e gastos das escolas da rede estadual da Bahia

Osvaldo Barreto: “A nossa intenção foi transformar o novo Portal em um ambiente de democratização das relações entre a Secretaria e a sociedade, trazendo, desta forma, a comunidade ainda mais para o dia a dia da unidade. Para isso, criamos o sistema Transparência na Escola, um projeto fundamental para que a comunidade tome conhecimento do que o Estado gastou nas unidades escolares, sabendo o que foi alocado em cada segmento. Além disso, a pessoa pode saber o quanto a escola gastou e com o que gastou. É um avanço grande na democratização da informação pública”
Osvaldo Barreto: “A nossa intenção foi transformar o novo Portal em um ambiente de democratização das relações entre a Secretaria e a sociedade, trazendo, desta forma, a comunidade ainda mais para o dia a dia da unidade. Para isso, criamos o sistema Transparência na Escola, um projeto fundamental para que a comunidade tome conhecimento do que o Estado gastou nas unidades escolares, sabendo o que foi alocado em cada segmento. Além disso, a pessoa pode saber o quanto a escola gastou e com o que gastou. É um avanço grande na democratização da informação pública”
Osvaldo Barreto: “A nossa intenção foi transformar o novo Portal em um ambiente de democratização das relações entre a Secretaria e a sociedade, trazendo, desta forma, a comunidade ainda mais para o dia a dia da unidade. Para isso, criamos o sistema Transparência na Escola, um projeto fundamental para que a comunidade tome conhecimento do que o Estado gastou nas unidades escolares, sabendo o que foi alocado em cada segmento. Além disso, a pessoa pode saber o quanto a escola gastou e com o que gastou. É um avanço grande na democratização da informação pública”
Osvaldo Barreto: “A nossa intenção foi transformar o novo Portal em um ambiente de democratização das relações entre a Secretaria e a sociedade, trazendo, desta forma, a comunidade ainda mais para o dia a dia da unidade. Para isso, criamos o sistema Transparência na Escola, um projeto fundamental para que a comunidade tome conhecimento do que o Estado gastou nas unidades escolares, sabendo o que foi alocado em cada segmento. Além disso, a pessoa pode saber o quanto a escola gastou e com o que gastou. É um avanço grande na democratização da informação pública”

Estudantes, pais ou qualquer cidadão podem acompanhar todos os investimentos e as despesas das escolas públicas estaduais com o Transparência na Escola. O sistema, criado pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, está disponível no novo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br) e permite um controle social dos recursos encaminhados para as unidades escolares. Assim, os cidadãos podem saber dos recursos recebidos e gastos em alimentação escolar, conservação da rede física, compra de material permanente e material de consumo, além do investimento com a implementação do projeto pedagógico.

Os familiares aprovam a iniciativa de acompanhar todos os investimentos. “A iniciativa é muito positiva porque nós precisamos saber o que o diretor está fazendo com a verba da escola. Tornar isso público, em um espaço como a internet, é de grande importância. Precisamos de uma escola de qualidade, para isso, precisamos acompanhar a utilização desta verba dentro da escola, melhorando a sua estrutura, para que os alunos tenham um ensino de qualidade”, disse Jonas Sacramento de Jesus, pai do estudante Emerson Santos de Jesus, do Colégio Estadual da Bahia (Central). 

O sistema é utilizado pelos gestores escolares da rede estadual da Bahia para gerenciar os recursos encaminhados pela Secretaria da Educação e pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A tecnologia também permite a realização da prestação de contas anual e o controle de todo o processo pela Diretoria Regional de Educação (Direc) e pelo órgão central. Ao lançar as informações com regularidade, os gestores fazem a prestação de contas em tempo real, facilitando a gestão das contas ao final de cada ano letivo.

 Acesse – O Transparência na Escola está disponível no menu Escolas, dentro de Consulta Escolas. O interessado pode colocar o nome da instituição de ensino no campo de busca e encontrar todas as informações.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9303 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).