Governo da Bahia e prefeitura anunciam acordo sobre administração do metrô de Salvador

Audiência do governador Jaques Wagner com o prefeito de Salvador, ACM Neto define pendência sobre o metrô.Audiência do governador Jaques Wagner com o prefeito de Salvador, ACM Neto define pendência sobre o metrô.
Audiência do governador Jaques Wagner com o prefeito de Salvador, ACM Neto define pendência sobre o metrô.

Audiência do governador Jaques Wagner com o prefeito de Salvador, ACM Neto define pendência sobre o metrô.

A tarifa de integração entre o metrô e o sistema de ônibus de Salvador será de R$ 1,10. Este era o principal ponto de discussão entre o governo estadual e a prefeitura para viabilizar o início da operação do sistema metroviário na capital baiana. O acordo foi anunciado na manhã desta sexta-feira (05/04/2013), em reunião entre o governador Jaques Wagner e o prefeito ACM Neto, na Governadoria.

Durante o encontro, também ficou estabelecido que a administração da Estação Pirajá, uma das pontas do metrô, ficará sob a responsabilidade do governo estadual, enquanto a Estação da Lapa será administrada pela prefeitura.

“Chegamos a um denominador comum sobre as questões que estavam pendentes, como a tarifa de integração, os terminais da Lapa e Pirajá e outros assuntos menores. Toda a cobrança, administração e caixa, no que diz respeito aos ônibus, fica sob a administração da prefeitura, o metrô é do governo estadual e o que for a tarifa de integração será auditada a quatro mãos”, afirmou Wagner.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).