Deputado Zé Neto desafia a oposição: traga o resultado de uma categoria do seu governo, nos últimos oitos anos, que teve mais reajuste real do que demos em seis anos

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.

“Conversa fiada não enche barriga de ninguém e vamos fazer a disputa com base no que realizamos e no que foi feito no passado”, alfinetou o líder do Governo

Por conta dos questionamentos da bancada de oposição quanto ao reajuste para os servidores estaduais, o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT), lembrou os feitos do governo nos últimos seis anos e classificou alguns discursos oposicionistas como “fáceis, desmemoriados e fragilizados pela falta de conteúdo”.

Assim, ele recobrou a memória da oposição. “Eles esqueceram que nos oito anos de seu governo foram apenas 6,4% de reajuste real acima da inflação. No nosso governo, em 06 anos, alcançamos 54,6%. Oito vezes mais do que o que foi dado em 08 anos da gestão passada”, comparou.

O líder do governo também desafiou. “Na história dos funcionários públicos deste Estado, desafio: traga o resultado de uma categoria do seu governo, em seus últimos oito anos, que teve mais reajuste real do que demos em seis anos. Traga dos seus governos passados algum momento em que a democracia, o respeito pelo cidadão baiano e pelo funcionário público foi o que hoje vivemos”.

Zé Neto ainda frisou que, no caso dos professores, enquanto no Brasil o piso nacional era de R$ 1.440,00, o da Bahia era de R$ 1.650. “No passado, que era de perseguição, professor não existia, líder de Governo nunca atendeu a sindicato”, recordou.

Ainda sobre o quesito educação, Zé Neto lembrou que foi no governo Lula que foi aprovado o salário-base nacional dos professores e no Governo Wagner firmado o compromisso com o plano de carreira que o Estado está a cumprir.

“Os 32 mil professores que estão neste momento em sala de aula, no exercício de suas funções na educação, assim como outros funcionários da área, hoje têm plano de carreira funcionando. Desses 32 mil, mais de 18 mil já estão incluídos no plano de carreira com ganhos razoáveis. Vamos cumprir a nossa política salarial, assim como estamos cumprindo as negociações com outras categorias”, lembrou o deputado.

Quanto à Saúde, no último dia 13 de novembro, 14.788 agentes de saúde foram atendidos com a aprovação do projeto de lei que reestruturou as carreiras do Grupo de Saúde do Estado, estabeleceu critérios de promoção e progressão, redimensionou os quadros e corrigiu distorções quanto ao pagamento da Gratificação de Incentivo ao Desempenho (GID), garantindo ganhos salariais reais.

Vale lembrar que, no caso dos médicos, a principal reivindicação nos últimos 30 anos está sendo atendida com a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos. Com isso, a categoria terá ganhos reais de até 32% nos seus salários, além de progressão de carreira, qualificação profissional e recuperação dos valores das aposentadorias com reajuste de até 200%. Assim, os médicos que dão plantões semanais de 24 horas nas unidades da rede Sesab terão, a partir de abril de 2014, vencimentos com ganhos de 350% acima da inflação, comparando com o que era pago em 2007. Para os médicos que dão plantão de 24 horas semanais, até julho de 2013 a remuneração deve saltar de R$ 4.441,95 para R$ 5.304,00 a R$ 8.991,23. Em abril de 2014, o valor deve saltar de R$ 6.240,00 até R$ 10.577,90.

Na Segurança Pública, os delegados, por exemplo, tinham o 25º salário do país e hoje estão entre os 10 primeiros salários, e a ordem é avançar mais. Os Peritos Técnicos Criminal, cujo ganho médio real era 20% entre 1999 e 2006 em oito anos do governo passado e, agora, foi para 46% e até 2015 chegará a 174% de ganho real acima da inflação. Os peritos criminalísticos, por sua vez, entre 1999 e 2006, tiveram ganho real médio de 31,1%, e na atual gestão a carreira já obteve, até este ano, 52,44%. Até 2015, o valor chegará a 175,25% – um crescimento 5,6 vezes maior na atual gestão.

“Encontramos apenas 324 carros de polícia funcionando adequadamente, antes era tudo sucateado; hoje, já temos mais de sete mil comprados ou alugados e quadriplicamos o número de motos”, lembrou o deputado Zé Neto, ao reforçar o desafio. “Vamos ter tempo sim para fazer os comparativos. Agora, conversa fiada não enche barriga de ninguém e vamos fazer a disputa com base no que realizamos e no que foi feito no passado”, alfinetou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121648 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.