Acordo marca continuidade de programa de apoio às filarmônicas baianas

Filarmônicas recebem apoio.
Filarmônicas recebem apoio.

O governo da Bahia, através da Secretaria de Cultura (Secult) e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), assina na segunda-feira (08/04/2013), às 14h, na sala de reuniões da Governadoria, acordo de cooperação com a Caixa Econômica Federal (CEF), representada pelo seu presidente, Jorge Fontes Hereda.

O ato, com a presença do governador Jaques Wagner, do secretário de Cultura, Albino Rubim, e da diretora da Funceb, Nehle Franke, oficializa o repasse de R$ 1,5 milhão para ser investido na continuidade do Programa de Apoio às Filarmônicas do Estado da Bahia.

O aporte garante os recursos para o primeiro ano da segunda fase da iniciativa, a ser realizada em 2013-2014, tendo o maior banco público da América Latina como patrocinador exclusivo. Lançado em 2009, o programa visa incentivar e valorizar a importante tradição musical das filarmônicas do estado. Em sua primeira fase, mapeou 183 filarmônicas localizadas em todos os 27 territórios de identidade baianos, com sede em 170 municípios.

Sobre Carlos Augusto 9717 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).