A voz firme da oposição em Feira de Santana. Pablo Roberto promete representar contra o prefeito José Ronaldo caso o mesmo sonegue informações sobre a administração

O vereador Pablo Roberto afirmou que caso não receba as informações que solicitou, será obrigado a representar por improbidade administrativa o prefeito José Ronaldo.
O vereador Pablo Roberto afirmou que caso não receba as informações que solicitou, será obrigado a representar por improbidade administrativa o prefeito José Ronaldo.
O vereador Pablo Roberto afirmou que caso não receba as informações que solicitou, será obrigado a representar por improbidade administrativa o prefeito José Ronaldo.
O vereador Pablo Roberto afirmou que caso não receba as informações que solicitou, será obrigado a representar por improbidade administrativa o prefeito José Ronaldo.

Vereador Pablo Roberto cobra plano emergencial para resolver situação do transporte coletivo e promete representação 

O vereador Pablo Roberto (PT), em seu discurso na sessão legislativa desta quarta-feira (10/04/2013), voltou a pedir providências para a situação do transporte coletivo urbano. O petista destacou as “péssimas condições dos ônibus” e, para comprovar o fato, ele citou uma reportagem da TV Subaé, que foi exibida, ontem.

“É inadmissível nós continuarmos nesta cidade assistindo os ônibus apresentarem problemas, a exemplo de incêndio nos veículos, como foi divulgado, ontem, na matéria”, disse ele, salientando que a Prefeitura Municipal de Feira de Santana, até o presente momento, ainda não tomou nenhuma medida que, realmente, procure sanar ou minimizar a situação do transporte coletivo na cidade.

Segundo o petista, na semana passada, em entrevista ao Jornal Tribuna Feirense, o prefeito José Ronaldo, disse ter constatado, através de uma pesquisa de opinião pública, que um dos maiores problemas do município é o transporte coletivo urbano. “E ainda assim, ele insiste em se calar diante da situação. O prefeito ainda não apresentou a população feirense um plano emergencial para resolver a situação do transporte publico”, criticou.

Pablo afirmou ter informações de que cerca de 20 ônibus apreendidos, no mês passado, pela Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, por estarem em condições impróprias para circulação, já foram liberados e, provavelmente, voltaram a circular.

O vereador disse que não aceita o argumento de que a retirada dos veículos de circulação trará prejuízos aos usuários.  Em sua opinião, o prejuízo será maior quando ocorrer um acidente ou incêndio com vítimas, em virtude da permanência de ônibus sem condições de segurança.

Montagem e exploração de camarotes 

Micareta de Feira 2013 também entrou na pauta do vereador durante seu pronunciamento na tribuna da Câmara.   Pablo disse que ainda não obteve respostas em relação aos ofícios encaminhados ao Governo Municipal, que cobram informações do contrato firmado entre a Prefeitura Municipal e a empresa Elite Produções Artísticas Ltda., para a execução dos serviços de montagem e exploração dos camarotes durante o evento.

O petista disse que, caso não receba as informações que solicitou, será obrigado a representar por improbidade administrativa o prefeito José Ronaldo.

Salientou que todo cidadão tem o direito de requisitar qualquer informação ao poder público. Sua argumentação foi com base na lei nº 12.527, sancionada em 18 de novembro de 2011, pela presidenta da República, Dilma Roussef, que regulamenta o direito constitucional de acesso dos cidadãos às informações públicas, sendo aplicável aos três Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

Líder presta informações sobre contrato para montagem e exploração de camarotes 

Em virtude de questionamentos do vereador Pablo Roberto acerca da situação contratual da empresa Elite Produções Artísticas Ltda., contratada pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana para a execução dos serviços de montagem e exploração dos camarotes da Micareta 2013, o líder do governo, Carlito do Peixe (DEM), trouxe a público informações sobre o contrato estabelecido entre as duas partes.

Carlito fez a leitura do documento na tribuna da Câmara e afirmou que o governo Ronaldo realiza uma gestão transparente e com responsabilidade. Em seguida, informou que o processo licitatório foi aberto, mas em virtude do não comparecimento de nenhuma empresa, foi feito um contrato emergencial em que a Elite Produções foi contratada.

O vereador Pablo Roberto, autor dos questionamentos, criticou a forma como a oposição é tratada pelo Governo Municipal, visto que ele solicitou por meio de ofício uma cópia do contrato, mas o pedido não foi atendido. “Não entendo a forma como este governo trata os vereadores de oposição e de situação”, criticou o petista.

Seca na Bahia é a pior dos últimos 80 anos, diz Tonhe Branco

“A seca já atingiu mais de 270 dos 419 municípios do estado da Bahia; mais de 800 mil animais já morreram e a produção de leite caiu em mais da metade em todo estado”. As informações foram prestadas pelo vereador Tonhe Branco, durante seu discurso na tribuna da Casa da Cidadania, na manhã desta quarta-feira (10).

Segundo o edil, a zona rural de Feira de Santana está em situação de emergência desde 11 de setembro de 2011. O decreto já foi renovado seis vezes. “Não há mais pastos para o gado. Na agricultura a situação é muito grave e, além disso, já falta água até para beber”, ressaltou.

Tonhe Branco informou também que a produção de feijão e do milho já está praticamente toda perdida. Conforme ele, esses problemas são enfrentados, principalmente pelos municípios de Irecê, Baixa Grande, Adustina, Ribeira do Pombal, Paripiranga, Juazeiro e Paulo Afonso.

“As medidas adotadas pelo poder público não têm sido suficiente para resolver essa situação e, por várias vezes, os nobres colegas vereadores têm subido à tribuna e cobrado providências, mas nada tem sido feita para diminuir o sofrimento do homem do campo”, afirma.

Na oportunidade, Tonhe Branco sugeriu aos seus pares que façam uma doação, de valor não estipulado, para a compra de alimentos, com objetivo de serem distribuídos em algumas localidades do município de Feira de Santana.   Em sua opinião, os vereadores precisam seguir “o exemplo do prefeito José Ronaldo, que doou parte do seu salário para a construção de uma creche”.

Ele também propôs a criação de uma comissão para recolher doações junto ao empresariado da cidade, com o propósito de “colaborar e amenizar o sofrimento da população rural”.

Vereador lamenta acidente que vitimou duas pessoas na avenida João Durval

O vereador Isaías de Diogo usou a tribuna da Casa da Cidadania para lamentar a morte, na madrugada desta quarta-feira (10), de Laísa Beatriz Ferreira, de 10 meses, e da tia da criança, Aline Nunes dos Santos, 26 anos, que faleceu no dia 31 de março deste ano. Ambas foram atropeladas por um carro que invadiu a calçada de uma casa na avenida João Durval Carneiro. O bebê estava no colo da tia no momento do acidente.

“Nós sentimos a perda dessa criança. A tia dela havia falecido no dia do acidente. Agora, ouvimos esta notícia que, infelizmente, deixa a cidade de Feira de Santana entristecida”, disse Isaías, pedindo aos condutores de veículos automotivos mais prudência e respeito às leis de trânsito.

Vereador sugere concurso público para a Defensoria Pública 

O vereador Edvaldo Lima (PP), em pronunciamento na Câmara Municipal, informou que a Defensoria Pública Regional de Feira de Santana está necessitando de concurso público urgente para renovar o quadro de funcionários.

Em conversa com a subcoordenadora da Defensoria, Alexandra Soares da Silva, o vereador disse que ficou surpreso com as informações de que Feira de Santana possui poucos defensores para atender, além desta cidade, mais 20 municípios. Para Edvaldo Lima, o órgão deveria ter 30 defensores, “mas infelizmente não tem”, lamentou.

Ele salientou também que a Defensoria Pública Regional de Feira de Santana só dispõe de um veículo para atender a região. “Sabe quem sai perdendo? São os pais e mães de família, os cidadãos humildes desta cidade e de outros municípios, que não têm como recorrer e resolver os seus problemas judiciais, porque o serviço de um advogado é caro. E, hoje, a Defensoria Pública não tem como atender a todos”, afirmou.

Câmara aprova requerimentos solicitando caixas eletrônicos para a Rua Nova 

Com o objetivo de dar maior comodidade aos moradores do bairro Rua Nova, a Câmara Municipal de Feira de Santana aprovou quatro requerimentos de autoria do vereador Marcos Lima que solicitam caixas eletrônicos do Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal e Itaú para aquela localidade.

O autor do requerimento informa que a Rua Nova é um bairro populoso e a população tende a aumentar, sobretudo com o novo empreendimento que está sendo construído naquela localidade, o Conjunto Residencial Central Park. Para Marcos Lima, a instalação dos caixas eletrônicos ajudará a reduzir o fluxo de clientes que buscam esse serviço no centro da cidade.

“A referida solicitação abrangerá não só o bairro Rua Nova com 13.078 habitantes, mas também o bairro Calumbi com 19.858 habitantes, Jardim Cruzeiro com 14.694 e Nova Esperança com 1.797, totalizando aproximadamente 49.427 habitantes, conforme os dados de 2010 do IBGE”, justificou.

Salientou também que o projeto da UPP – Unidade de Polícia Pacificadora para a comunidade da Rua Nova já está em fase de implantação, “tornando assim o bairro mais seguro dando suporte para a instalação do caixa eletrônico”, disse Marcos Lima.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110900 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]