Vereador Pablo Roberto cobra transparência sobre a coleta e armazenamento do lixo em Feira de Santana

Pablo Roberto cobrou atenção e respostas imediatas ao Prefeito José Ronaldo, e o Secretario Municipal de Meio Ambiente Roberto Tourinho.
Pablo Roberto cobrou atenção e respostas imediatas ao Prefeito José Ronaldo, e o Secretario Municipal de Meio Ambiente Roberto Tourinho.
Pablo Roberto cobrou atenção e respostas imediatas ao Prefeito José Ronaldo, e o Secretario Municipal de Meio Ambiente Roberto Tourinho.
Pablo Roberto cobrou atenção e respostas imediatas ao Prefeito José Ronaldo, e o Secretario Municipal de Meio Ambiente Roberto Tourinho.

Em pronunciamento na manhã desta segunda-feira (09/03/2013), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador petista, Pablo Roberto cobrou do governo municipal maior transparência a respeito de como está sendo tratado o meio ambiente, em especial a questão da coleta e armazenamento de lixo na cidade de Feira de Santana.

Pablo questionou que no dia 27 de dezembro o então secretário municipal de meio ambiente, Antonio Carlos Coelho, encaminhou o processo ao Assessor Especial do Gabinete da mesma secretaria, o Sr. Eduardo Macário, Agrônomo, que apresentou um parecer técnico, de Nº 858/12 com 21 páginas, no dia 28 de dezembro de 2012, sendo favorável a emissão da Licença Ambiental de Operação, para a empresa Sustentare Serviços Ambientais S.A.

Vale lembra que em janeiro de 2011 o resultado de fiscalização da SEMMAM sobre o Aterro Sanitário da Sustentare constatou-se ineficiência quanto à cobertura dos resíduos, a empresa foi notificada administrativamente a sanar a irregularidade, apontando diversos itens, dando importância as obras de manutenção da Estação de Tratamento de Efluentes – ETE (chorume). Noutra fiscalização em agosto de 2011, verificou que as obras necessárias a ETE ainda não tinha sido concluídas. 18 de Janeiro de 2012 a Sustentare sofreu um Auto de Infração ADVERTÊNCIA Nº 002/12 por operar de maneira inadequada.

No dia 13 de fevereiro de 2012, após outra inspeção, ficou constatado pela SEMMAM, além de outras irregularidades descritas pela Secretaria, o lançamento não autorizado do chorume produzido no Aterro da Sustentare, através de uma tubulação clandestina que envia para a lagoa (também de chorume) da área do Aterro Sanitário Municipal. Em 16 de fevereiro decidir-se pela interdição do Aterro.

Pablo Roberto cobrou atenção e respostas imediatas ao Prefeito José Ronaldo, e o Secretario Municipal de Meio Ambiente Roberto Tourinho os seguintes questionamentos;

1º – Precisamos saber, como é tratado os lixos hospitalar, domiciliar e industrial no município de Feira de Santana, nos últimos 12 (doze) anos e qual o planejamento, para os próximo 8 (oito) anos?

2º – Solicitou as copias dos documentos, referentes à propriedade do Aterro Municipal, Aterro Viva Ambiental e Aterro da Sustentare, incluído além do documento de Posse as certidões negativas de IPTU e outros Imposto que se apliquem aos terrenos e as empresas?

3º – Como administração atual avalia, analisando as relações conflitantes e contraditórias ocorridas entre a administração anterior e a empresa Sustentare relatados anteriormente neste documento?

4º – Como a administração atual avalia o serviço prestado pela Empresa Sustentare, em relação ao Aterro Sanitário?

5º – Existe algum estudo que mostra quanto lixo industrial o município de feira de Santana produz diariamente e mensalmente?

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108692 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]