Secretário de Desenvolvimento Social de Feira de Santana, Ildes Ferreira é acusado de agredir conselheiro tutelar

Ildes Ferreira é acusado.
Ildes Ferreira é acusado.
Ildes Ferreira é acusado.
Ildes Ferreira é acusado.

O Secretário de Desenvolvimento Social de Feira de Santana, Ildes Ferreira, está sendo acusado de agressão contra um conselheiro tutelar do município durante uma reunião na sede da secretaria, na manhã desta quarta-feira (06/03/2013).

Ao registrar queixa no Complexo Policial de Feira, o conselheiro Alan Jhones de Oliveira dos Santos, de 32 anos, disse ter sido agredido em uma reunião com conselheiros tutelares para planejar o trabalho na Micareta 2013.

Alan disse ter apresentado a Ildes um documento com diversas reivindicações. “Ele não concordou com algumas reivindicações e jogou o ofício no meu rosto. Eu pedi que ele tivesse educação e respeito. Ele se exaltou e quando eu levantava para sair da sala, ele torceu o meu braço, colocando-me para fora”, disse Alan, em entrevista ao Programa De Olho na Cidade.

O secretário negou as agressões e disse que o conselheiro não tem preparo para lidar com problemas e atuar no Conselho Tutelar. “Ele levantou a voz pra mim. Sentindo-me agredido, o coloquei para fora da sala. Se ele diz que eu agredi, está mentindo”, afirmou o secretário.

Com o registro da queixa policial, o fato será investigado por agentes da 1ª Delegacia da Polícia Civil.

HGCA: Jovem que oculpava veículo perseguido pela PM, não resiste

Morreu na manhã desta quinta-feira (07/03/2013) no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), Neildson Assunção Neves, 22 anos, que morava no município de Ibirapitanga.

De acordo com informações o jovem estava na companhia de três amigos que foram socorridas para a emergência do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) por volta das 23h deste sábado (2), após trocarem tiros com policiais militares da 67ª CIPM (Companhia Independente) no distrito de Humildes, em Feira de Santana.

O tiroteio aconteceu na BR-101, próximo ao frigorifico Fri-feira, mas de acordo com a PM, os suspeitos não resistiram aos ferimentos.

Segundo ocorrência policial, os homens ocupavam um veículo Celta, de cor vermelha e placa NZQ-7714, licença do município de Serrinha, que foi tomado de assalto.

Durante a perseguição, o carro capotou e caiu em uma ribanceira. Após o acidente, os acusados saíram do automóvel e atiraram na direção da viatura da PM.

Alberlan Nascimento, 23 anos, Cleverson Lima Santos, 40, Ismael Oliveira dos Santos, 17, tiveram os corpos identificados no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

O revólver calibre 38, usando pelos acusados de assalto, foi apresentado no plantão central do Complexo Policial Investigador Bandeira.

Crueldade: Auxiliar de serviços gerais assumiu ter matado e ateado fogo em vítima na Terra Dura

No final da tarde desta quarta-feira (06/03/2013) foi apresentado na Delegacia de Homicídios (DH), Joabson Oliveira dos Santos, 32 anos, residente na estrada do Alecrim, distrito da Terra Dura, em Feira de Santana.

Acompanhado do advogado, o auxiliar de serviços gerais confessou ter espancado Rogério Oliveira da Conceição e ateado fogo no corpo e no veículo.

O homem contou com ajuda de duas pessoas para praticar o assassinato, mas os nomes revelados pelas autoridades policiais.

De acordo com informações, duas pessoas em motocicleta colideram no automóvel que estava parado na estrada. O fato gerou uma briga e acabou incluindo Joabson, que confessou o delito na delegacia.

“Não teve jeito, joguei gasolina nele e no carro, a fim de livrar o flagrante, ’’ disse o acusado a reportagem.

Relembre o crime

Rogério Oliveira da Conceição morava na rua Soares, bairro Liberdade foi encontrado morto por volta das 23 h deste domingo (3), em uma estrada de chão, próximo à chácara Alecrim, localidade de Terra Dura, em Feira de Santana.

A vítima estava despida e apresentava queimaduras nas pernas e genitália, além de lesões na cabeça, provavelmente causadas pancadas Ao lado do corpo foi encontrado um carro incendiado, um Gol de placa JPQ-2557.

Motorista simula roubo de carga, mas cai em contradição

A Delegacia de Combate a Roubos de Cargas (DECARGA), de Feira de Santana conseguiu recuperar uma carga de pneus avaliada em R$ 200 mil, que seguia de Camaçarí para o município de Santo André, em São Paulo.

Segundo o delegado Jean Souza, titular da Decargas, o caminhoneiro Adalberto Barbosa da Silva, residente em Anápolis (GO), procurou a polícia para comunicar que foi assalto na região de Poções (BA), mas após ser questionado pelos investigadores caiu em contradição e resolveu confessar que simulou o crime.

Ele contou que deixou parte da carga no conjunto Feira X, em Feira de Santana e o restante em Poções. A carreta da Transportadora Progresso, de placa JJH-4718, foi encontrada em um posto de combustíveis de Poções. Adalberto disse ainda que receberia R$ 20 mil pelo desvio da carga.

A polícia está investigando sobre a participação de outras pessoas e o delegado Jean Souza informou que um dos receptadores se comprometeu em se apresentar nesta quinta-feira (7), na Decargas, acompanhado de um advogado.

O caminhoneiro Adalberto da Silva pode ser indiciado por falsa comunicação e formação de quadrilha.

Comandante da 64ª CIPM é promovido

A Polícia Militar da Bahia divulga através do Diário Oficial desta quarta-feira (06/03/2013) várias promoções na corporação e entre os contemplados está o Major Amon Pereira Gomes, atual comandante da 64ª Companhia Independente (CIPM), de Feira de Santana.

Amon foi promovido ao posto de Tenente-Coronel do QOPM – Quadro de Oficiais da Polícia Militar. Com essa promoção, Amon deve deixar o comando da 64ª CIPM.

Doméstica diz que usa crack como estimulante sexual e confessa que desvirtuou namorado

Policiais Militares da 66ª Companhia Independente (CIPM), apresentaram no Complexo Policial de Feira de Santana, no final da manhã desta quarta-feira (6), Raquel Santos Nunes, 21 anos, residente em um condomínio denominado por populares como B13, no bairro da Conceição.

Com a doméstica, foram apreendidas duas pedras grandes de crack, pesando aproximadamente 100 gramas. A droga foi encaminhada para a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), sob o comando do delegado Matheus Souza.

Durante a reportagem do programa Ronda Policial, a mulher confessou que usa o entorpecente como estimulante sexual. Raquel, também assumiu ter transformado o namorado em um fiel usuário de drogas.

“Sou usuária há 5 anos e posso dizer que para namorar é ótimo,” enfatizou a usuária. Ela disse também que já ‘experimentou de tudo’.

“Agora vou para o presídio, mas eu sei que meu namorado vai fumar muito, pois vai ficar aqui mal amado, ’’ completou.

“Toco” como é mais conhecida, possui quatro filhas menores entre 2 e 8 anos e alega ter tentado se desvencilhar dos vícios, sem sucesso.

De acordo com a ocorrência policial, a prisão ocorreu na favela do “Bateu”, bairro da Queimadinha, em Feira de Santana.

Polêmica: Concurso da Polícia Civil da Bahia dispensa exame ginecológico para virgens

Uma polêmica envolve o concurso da Polícia Civil da Bahia: no edital da prova, há um item que dispensa o exame ginecológico para as mulheres com hímen integro. Ou seja, a candidata que não fizer os três exames clínicos solicitados pelo concurso terá que comprovar que é virgem.

A informação foi divulgada ontem à noite pela TV Bahia. O edital do concurso pede avaliação ginecológica detalhada, contendo os exames colposcopia, citologia e microflora.

A avaliação é eliminatória. O diretor da Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia, Celso Castro, disse à emissora que o item do edital é um erro e fere a Constituição. “É uma violação grave da privacidade e intimidade das pessoas”, afirmou o professor à TV Bahia.

Em nota enviada ao CORREIO, a Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb), responsável pelo concurso, informou que a inclusão desse item no edital é recorrente em concursos públicos em todo o país. “Não se configura uma cláusula restritiva, mas sim uma alternativa para as mulheres que, porventura, queiram se recusar a realizar os exames citados no edital”, informa a Saeb em nota.

O concurso oferece 600 vagas para delegado, escrivão e investigador. Os salários para os aprovados variam de R$ 1.558,89 a R$ 9.155,28.

Fonte: Central de Polícia

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110992 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]