MPF-Bahia cobra explicações do DNIT sobre situação precária das BR-116 e BA 110

Vista aérea de trecho da BR 116 Norte, no município de Feira de Santana, com destaque para a balança de fiscalização de peso dos veículos de carga.
Vista aérea de trecho da BR 116 Norte, no município de Feira de Santana, com destaque para a balança de fiscalização de peso dos veículos de carga.
Trecho da BR 116 próximo a Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)
Trecho da BR 116 próximo a Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

O MPF também quer informações sobre a precária situação do trecho da BR 110, conhecido como Ponte Metálica Dom Pedro II

O Ministério Público Federal (MPF) em Paulo Afonso/BA cobrou do Departamento de Infraestrutura de Transportes do Estado da Bahia (DNIT) informações sobre o andamento dos serviços de conservação e recuperação da BR 116/BA (trecho: PE/BA – Divisa BA/MG), iniciados em julho do ano passado.

O MPF também quer informações sobre a precária situação do trecho da BR 110, conhecido como Ponte Metálica Dom Pedro II, que é responsável pela ligação entre os municípios de Paulo Afonso/BA e Delmiro Gouveia/AL.

As informações vão subsidiar um inquérito civil que tramita no MPF em Paulo Afonso sobre o assunto.

 

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9987 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).