Governo da Bahia defende tarifa mais barata para o metrô de Salvador

Rui Costa, secretário estadual da Casa Civil, defende tarifa mais barata.
Rui Costa, secretário estadual da Casa Civil, defende tarifa mais barata.

Há treze anos sob responsabilidade da prefeitura, o metrô de Salvador nunca conseguiu operar. Para destravar o trânsito da cidade, o Governo do Estado se propôs a assumir o custo do metrô, com investimentos de mais de quatro bilhões de reais, para concluir a linha um, hoje pela metade; construir a linha dois; e operá-las, através de concessão pública.

O sistema precisa ter um serviço de ônibus alimentadores e seria cobrada uma tarifa única para os usuários do metrô. Quem usar o metrô, terá o direito de viajar nos ônibus, sem pagar mais nada para chegar a sua casa ou ao seu local de trabalho.

Segundo Rui Costa, secretário da Casa Civil do Estado, esse modelo é o que assegura a tarifa mais barata. “A proposta da prefeitura de cobrar R$ 1.40 pela tarifa de ônibus e acrescentar a passagem do metrô no bolso da população inviabiliza o sistema. Na nossa proposta, a passagem do ônibus alimentador sairia por R$ 0.95. É uma falsa polêmica afirmar que o usuário de ônibus vai subsidiar o metrô. Ao contrário, o preço das tarifas será subsidiado pelo governo e o povo vai ter o modelo mais barato, economizando mais de R$ 0.50 por viagem”, afirmou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110959 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]