Deputado estadual Leur Jr. lamenta situação do curso de Medicina da UESB em Jequié e cobra soluções

Leur Lomanto Jr: “Desde quando foi implantado, o curso de medicina não teve a atenção merecida da gestão estadual. Há um déficit de professores e as vagas oferecidas não são preenchidas, já que o salário anunciado de R$1,4 mil não consegue atrair profissionais”
Leur Lomanto Jr: “Desde quando foi implantado, o curso de medicina não teve a atenção merecida da gestão estadual. Há um déficit de professores e as vagas oferecidas não são preenchidas, já que o salário anunciado de R$1,4 mil não consegue atrair profissionais”
Leur Lomanto Jr: “Desde quando foi implantado, o curso de medicina não teve a atenção merecida da gestão estadual. Há um déficit de professores e as vagas oferecidas não são preenchidas, já que o salário anunciado de R$1,4 mil não consegue atrair profissionais”
Leur Lomanto Jr: “Desde quando foi implantado, o curso de medicina não teve a atenção merecida da gestão estadual. Há um déficit de professores e as vagas oferecidas não são preenchidas, já que o salário anunciado de R$1,4 mil não consegue atrair profissionais”

O deputado estadual Leur Lomanto Jr. (PMDB) criticou em comentário na rádio Jequié FM, a situação do curso de Medicina, da Universidade Estadual do Sudoeste (Uesb) e a falta de investimentos por parte do governo do Estado. O curso está em crise e nos últimos dias foi cogitada a transferência de alunos para a unidade de Vitória da Conquista e de Feira de Santana. Segundo o parlamentar, essa alternativa não é a mais viável, pois as duas universidades citadas também não dispõem de estrutura suficiente para atender a demanda, sinalizando que a questão é cada vez mais grave em todo o Estado.

“Desde quando foi implantado, o curso de medicina não teve a atenção merecida da gestão estadual. Há um déficit de professores e as vagas oferecidas não são preenchidas, já que o salário anunciado de R$1,4 mil não consegue atrair profissionais”, afirmou.

No entanto, conforme lembrou Leur Jr., não apenas esse curso passa por problemas na Uesb. Recentemente, os alunos de Odontologia expuseram as questões relacionadas ao espaço físico no módulo do curso e a falta de laboratórios e materiais clínicos, como o autoclave.

“O poder Executivo precisa se sensibilizar com essa situação e buscar uma solução imediata. O curso de medicina foi um sonho realizado, uma conquista para toda a comunidade jequieense e de toda a região, portanto é preciso que se dê continuidade e que as instâncias responsáveis se comprometam com um projeto de requalificação para a Universidade, com a oferta de materiais e professores. As autoridades, as entidades, os professores, estudantes e toda a sociedade devem mais uma vez se unir para impedir o fracasso da faculdade”, enfatizou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120472 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.