Deputado Carlos Gaban diz que o PT não tem autoridade moral para cobrar do prefeito ACM Neto

Carlos Gaban: “teve até assassinato na Secretaria da Saúde que até hoje não foi esclarecido”Carlos Gaban: “teve até assassinato na Secretaria da Saúde que até hoje não foi esclarecido”


Em sessão da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (14/03/2013), o deputado Carlos Gaban (DEM) rebateu a crítica do deputado petista Marcelino Galo de que o prefeito ACM Neto precisa “descer do palanque e começar a trabalhar”. “O senhor não tem autoridade para cobrar nada do prefeito ACM Neto, que está no começo da gestão e com uma herança de débito financeiro de quase R$ 3 bilhões, deixada pelo ex-prefeito João Henrique”, disse o parlamentar.

Gaban afirmou também que o governo do estado sob a administração petista não está dando exemplo, pois descumpriu a Lei de Responsabilidade Fiscal, deixando um rombo de mais de R$ 2 bilhões em 2012 e, além disso, até agora não concedeu o reajuste do servidor público que deveria ter sido efetivado desde o dia 1º de janeiro. “Por que o senhor não vem à tribuna para cobrar que o governador pague a URV dos servidores?”, questionou o democrata.

 O parlamentar lembrou, ainda, que o PT fez parte da primeira gestão do ex-prefeito João Henrique, e se retirou pouco antes das eleições para lançar candidato próprio, mas enquanto esteve lá não organizou a prefeitura. Pelo contrário, “teve até assassinato na Secretaria da Saúde que até hoje não foi esclarecido”, afirmou o deputado.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).